Para viver policial, Dira Paes faz aula de tiro

Essa imersão no papel acabou despertando um lado desconhecido por Dira

Não se engane ao pensar que Rosa, personagem vivida pela experiente Dira Paes na próxima novela das 11, O Rebu, tem a mesma fragilidade e delicadeza da flor que lhe dá nome. “A Rosa não é uma mulher simpática; ela é forte. Não foi talhada para o público se apaixonar. Estou muito encantada com o poder dela e por ter uma personalidade masculina. Essa é a grande questão: a objetividade do homem com o coração e a emoção da mulher”, conta.

No embalo do seu último trabalho na TV, a minissérie Amores Roubados, que rendeu muitos elogios e altos índices de audiência, a atriz já emendou mais um desafio mergulhando de cabeça na construção da inspetora: “Fiz o treinamento completo de comportamento e de compreensão sobre meu cargo e função dentro da hierarquia da Polícia Civil. Tive treinamento em campo, fiz até reconhecimento de um corpo com 10 perfurações por arma de fogo. É uma experiência muito difícil não muito longe da realidade brasileira. Senti o cheiro da ‘morte matada’, que é diferente da ‘morte morrida.'”

-Publicidade-
-Publicidade-

Essa imersão no papel acabou despertando um lado desconhecido por Dira. “No treinamento de pontaria, modéstia à parte, eu fui muito bem e me surpreendi! É uma prática de concentração e quero desenvolver isso”, confidencia animada.