Casal é morto por estranho após marcar noite de sexo pela internet

Uma jovem de 18 anos e o namorado dela foram assassinados por um desconhecido com quem eles tinham combinado uma noite de sexo. A garota estava grávida de oito meses e esperava uma menina, Audi Lynn, quem também morreu. O casal desapareceu no dia 12 de julho no estado de Michigan, nos Estados Unidos. Desconfiada, a polícia local rastreou diversos e-mails entre o casal e o assassino.

RTEmagicC_8f6b4ba602.jpg

-Publicidade-
-Publicidade-

A polícia foi até a casa de Brady Oestrike, 31 anos, com um mandando de busca no dia 17 de julho. Ao perceber a presença da polícia, ele fugiu e foi perseguido. A busca terminou depois que Oestrike cometeu suicídio durante a perseguição.

Tudo começou depois que os três envolvidos se conheceram através de um site de anúncios, Craigslist. Logo depois, Brooke Slocum, 18 anos, trocou e-mails com Brady, marcando um encontro sexual em troca de dinheiro.

Ela combinou que o namorado, Charles Oppenneer, iria conhecer Brady pessoalmente antes do ato, e que o rapaz de 25 anos iria assistir enquanto os dois mantinham relações. Durante o encontro na residência do casal, Brady matou Charles decapitado.

Ele então fez a grávida refém e a estrangulou até a morte, antes de colocá-la na mala do carro. O corpo de Oppenneer foi encontrado em um parque da cidade um dia antes da perseguição policial que culminou na morte de Brady.

No entanto, a cabeça dele ainda não foi localizada.

O pai da jovem, Greg Slocum, comentou após a morte da filha que já tinha lhe alertado sobre este tipo de comportamento. Ele revelou que o casal estava se separando, mas que Brooke estava desesperada para evitar que o namorado a deixasse, e que por isso concordava com tudo que ele insistisse para que ele permanecesse com ela.

“Não importa o que fosse, ela faria para tê-lo de volta”, disse Greg Slocum para o jornal britânico Mirror. “No final, ela acabou pagando um preço muito alto por isso. Ela encontrava homens que anunciavam no Craigslist para conseguir dinheiro, porque o namorado dela era um manipulador”, relata. “Ela passaria pelo inferno se isto significasse que a sua família não se divorciaria”.

Ele também conta que já tinha avisado a filha sobre os perigos de se encontrar com estranhos. Antes de morrer, Brooke escreveu diversas cartas para sua filha que ainda não tinha nascido, explicando porque ela se encontrava com homens para fazer sexo. Nelas, a jovem dizia que fazia isso somente porque queria ser amada.

Fonte: Correio