Número de candidatos com ensino fundamental incompleto quase dobra

Ao todo 254 candidatos nas eleições de outubro de 2014 têm ensino fundamental incompleto: eles declararam que sabem apenas ler e escrever. Dentre os aspirantes a novo mandato, 182 concorrem a vagas de deputado estadual e 65 ao cargo de deputado federal – um é candidato ao Senado.

O número quase dobrou em relação ao processo eleitoral de quatro anos atrás, quando foi de 132.

-Publicidade-
-Publicidade-

Na outra ponta, cerca de 46% contam com ensino superior completo. Dos candidatos à Presidência da República, nove concluíram a faculdade, com exceção de José Maria de Almeida (PSTU), que não finalizou o ensino médio, e Levy Fidelix (PRTB), que tem graduação incompleta.