Prefeitura vai construir equipamentos

Os equipamentos públicos no entorno dos residenciais Caminho do Mar e do Rio, localizados na avenida Atlântica (BA-530), mais conhecida como Estrada da Cetrel, devem começar a ser construídos em setembro.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (29/07), durante reunião para definir o cronograma de construção dos equipamentos em todos os residenciais do programa Minha Casa, Minha Vida em Camaçari.

Para atender às famílias dos residenciais, a Prefeitura vai construir duas escolas de proinfância, com seis salas cada, uma unidade de ensino fundamental com 12 salas, uma USF (Unidade de Saúde da Família) com duas equipes e um Cras (Centro de Referência de Assistência Social). A previsão é de que a obra seja concluída dentro de sete meses.

Os moradores dos 11 empreendimentos do Jardim Limoeiro contarão com três escolas de proinfância com seis salas cada, duas escolas de ensino fundamental com 12 salas cada, uma escola de ensino médio com 12 salas, duas USFs e um Cras. A Prefeitura aguarda a elaboração do projeto de implantação para realizar uma chamada pública convocando empresas com contratos de construção do Minha Casa, Minha Vida no Município.

Já os quatro empreendimentos que serviram de reassentamento do Programa de Urbanização na Bacia do Rio Camaçari irão aguardar a licitação para que os equipamentos públicos sejam construídos. Para atender as famílias contempladas com imóveis dos residenciais Mutá, Penha, Lucaia e Santo Antonio serão construídas um escola de proinfância com seis salas, uma escola de ensino fundamental com 12 salas, uma USF e um Cras.

Os equipamentos públicos dos empreendimentos Sítio Verde e Sítio Horizonte, a serem construídos, o Algarobas que está aguardando algumas pendências para ser entregue, e o Parque São Vicente, já entregue pela Prefeitura, serão feitos também através de chamamento público, mas ainda sem previsão para serem iniciados.

Os residenciais Parque São Vicente e o Algarobas contarão com uma escola de proinfância com seis salas, uma escola de ensino fundamental com 12 salas, uma USF e um Cras. Já as famílias que residirem no Sítio Verde e Sítio Horizonte vão dispor de duas escolas de proinfância com seis salas cada, uma escola de ensino fundamental com 12 salas e uma USF e um CRAS.

Participaram da reunião os secretários de Governo, Sergio Paiva, da Habitação, João Bosco Quirelli, da Saúde, Vital Sampaio, da Educação, Luiz Valter de Lima, e do Desenvolvimento Social, Mozart Vivas, além de representantes da Sedur (Secretaria do Desenvolvimento Urbano), da Caixa e das empresas que realizam ou realizaram obras do Minha Casa, Minha Vida.