Bahia vence Corinthians, mas deixa a Copa do Brasil

Com mais de 5 mil torcedores na Arena Fonte Nova – em sua maioria, corintianos -, o Bahia até tentou, mas não conseguiu reverter os 3 a 0 aplicados pelo Corinthians no jogo de ida e foi eliminado da Copa do Brasil. O tricolor venceu o alvinegro paulista por 1 a 0, mas não conseguiu os tentos necessários para garantir a vaga nas oitavas de final. Agora, o Bahia volta as suas atenções para o duelo contra o Goiás pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias.
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias.

O jogo

O Bahia começou desde o início a difícil procura pelos quatro gols. Aos 2 minutos de jogo, Rafael Miranda chegou pela direita e tentou o cruzamento. O goleiro Cássio saiu mal, mas conseguiu ficar com a bola. O alvinegro reagiu pouco mais de um minuto depois, quando Renato Augusto cobrou uma falta na área e o zagueiro Cléber cabeceou nas mãos de Marcelo Lomba. Enquanto o tricolor apostava nas jogadas pelas laterais e nos cruzamentos para chegar ao gol, o Corinthians marcava o Bahia no campo de defesa para manter a posse de bola. Aos 12 minutos de jogo, o alvinegro teve uma boa chance quando Cléber recebeu na entrada da área e chutou forte para a defesa de Lomba. O zagueiro Gil ainda conseguiu o rebote, mas a defesa tricolor conseguiu tirar a bola de perigo. Apesar de o time da casa precisar marcar, o clube paulista mantinha a posse de bola para afastar o perigo.

O Corinthians encontrava muitos espaços na defesa do Bahia e buscava, com os contra-ataques, abrir o placar para ficar com uma situação ainda mais tranquila na partida. Aos 17 minutos, Danilo recebeu a bola na intermediária e arriscou o chute à distância, mas Marcelo Lomba fez a defesa. O técnico Mano Menezes teve um desfalque logo de cara: o lateral Fagner sentiu dores e foi substituído por Guilherme Andrade. O Bahia voltou a buscar jogo aos 21 minutos, quando Maxi roubou a bola de Cléber e, da entrada da área, mandou uma bomba que Cássio espalmou para escanteio. Aos 22, nova falha da defesa corintiana: Fábio Santos errou na hora de afastar a bola, que sobrou para Jeam. No entanto, o atacante tricolor errou o chute. O Esquadrão voltou a levar perigo à zaga alvinegra quando Léo Gago chutou de primeira, mas a bola passou direto pela meta de Cássio.

O tricolor abriu o placar aos 32 minutos, com um gol contra do lateral Guilherme Andrade. Railan desceu livre pela direita e cruzou rasteiro. A bola passou por todo o mundo e o lateral corintiano tentou afastar, mas acabou mandando para o fundo da rede. Enquanto a equipe tricolor buscava velocidade para, ao menos, levar o jogo para os pênaltis, o técnico Mano Menezes pedia calma aos seus comanados. Depois do gol tricolor, os dois times erraram muitos passes e falharam na criação de jogadas. Com isso, o restante do primeiro tempo foi marcado pelo jogo truncado, sem grandes chances para as equipes.

Segundo tempo

O técnico Mano Menezes tirou, durante o intervalo, o meia Danilo para a entrada do atacante Ángel Romero. Logo de cara, o alvinegro mostrou um estilo de jogo mais avançado e levou perigo à defesa tricolor. Aos 2 minutos, Renato Augusto conseguiu um escanteio na área do Bahia, mas a zaga afastou. Aos 4 minutos, Bruno Henrique arriscou de longe, mas não teve mira. Aos 5 minutos, Romero conseguiu chegar pela esquerda e cruzou na área, mas ninguém conseguiu aproveitar a chance. Enquanto isso, o Bahia tentava recuperar a posse de bola para buscar os gols. O primeiro cartão amarelo da partida saiu para o zagueiro Lucas Fonseca, do Bahia, que puxou Renato Augusto em um lance na intermediária.

Aos 17 minutos do segundo tempo, o Corinthians voltou a levar perigo à defesa do Bahia. Renato Augusto tabelou com Bruno Henrique e tocou para Romero na pequena área, mas a zaga conseguiu tirar a bola do perigo. Na busca pelos gols, o técnico Charles Fabian tirou Jeam, que pouco produziu durante a partida, para a entrada de William Barbio, e Emanuel deu lugar a Branquinho. Buscando a posse de bola, o treinador mandou o time para a frente, e passou a tentar pressionar os alvinegros. O tricolor deu um susto na defesa corintiana quando Barbio encontrou Maxi na área. O argentino, no entanto, perdeu a força do ataque na divida com Cléber e chutou fraco para a defesa de Cássio.

Aos 35 minutos, Charles Fabian fez a última alteração no Bahia: colocou Bruno Paulista no lugar de Feijão. O jovem estreante, logo no primeiro lance, apareceu na área depois de uma cobrança de escanteio, mas a bola passou longe do gol de Cássio. Logo depois, Elias – que entrou no lugar de Luciano -, roubou a bola de Léo Gago, passou para Romero, que chutou para Lomba defender com o pé. Aos 38 minutos, Elias voltou a levar perigo à meta de Lomba, quando o jogador roubou a bola de Railan e chutou com força. A partir dos 40 minutos, o Corinthians passou a segurar a posse de bola para administrar o resultado. Enquanto isso, aos 42, Guilherme Santos recebeu e chutou em cima do goleiro Cássio.

Fonte: Bahia Notícias.