“Barrinho, o Menino de Barro” se apresenta na Cidade do Saber

Vencedor do Prêmio Braskem de Teatro 2013 na Categoria Melhor Espetáculo Infanto-Juvenil, “Barrinho, o Menino de Barro” entra em cartaz no Teatro Cidade do Saber (TCS)  nesta quarta-feira (13/08), às 10h e às 15h. A peça é baseada na obra “Barrinho”, da poetisa, escritora e professora baiana, Mabel Velloso.

Foto: Divulgação / Nilson Rocha.
Foto: Divulgação / Nilson Rocha.

Tudo começa quando um menino modela um boneco de barro que se torna o seu brinquedo preferido. Em uma noite de lua cheia, o menino deseja profundamente uma companhia, alguém com quem possa conversar, e então olha para o céu e pede um irmão. Como num passe de mágica, o brinquedo ganha vida e começa a falar.

-Publicidade-
-Publicidade-

Com quatro atores e quatro bailarinos em cena, a montagem possui duas ações: os bailarinos, além de contribuírem com coreografias que remetem ao universo baiano, participam também da montagem do cenário, auxiliam na troca de figurinos e compõem as cenas como personagens. A segunda ação é a inserção da Língua Brasileira dos Sinais (Libras), de forma leve e criativa.

A apresentação faz parte do Projeto de Mediação Cultural, um programa de formação em artes cênicas voltado para escolas públicas, ONGs e associações comunitárias de Salvador, Camaçari, Dias D’Ávila e Simões Filho. Realizado pela Realejo Projetos e coordenado pela Caderno 2 Produções Artísticas, o projeto tem patrocínio da Braskem e do Governo do Estado da Bahia, através do Fazcultura, e conta com a parceria da Cidade do Saber.

Entradas – Para a população interessada em prestigiar o espetáculo, serão disponibilizados 50 ingressos gratuitos que poderão ser retirados na bilheteria do TCS no dia do espetáculo, uma hora antes de cada apresentação, às 9h e às 14h, respectivamente.

Serviço

O quê? Espetáculo Infantil ‘Barrinho, O Menino de Barro’

Quando? 13/08 (quarta-feira), às 10h e às 15h

Onde? Teatro Cidade do Saber

Quanto? Gratuito (Projeto de Mediação Cultural)

Classificação: Livre

Fonte: Ascom / CS