Institutos de Pesquisa alteram calendário por causa da morte de Eduardo Campos

O Ibope e o Instituto Datafolha anunciaram mudanças nas datas das próximas pesquisas eleitorais, devido à morte do candidato a presidente pelo PSB, Eduardo Campos, morto nesta quarta-feira (13), em um acidente aéreo, na cidade de Santos (SP).
03
Segundo nota do Ibope, não é possível fazer qualquer projeção sobre como ficará a corrida presidencial a partir de agora. O instituto não realizará novos levantamentos sobre a corrida presidencial enquanto não houver uma definição do PSB. “Eduardo Campos vinha surgindo como uma das novas lideranças do cenário político nacional e sua morte prematura é uma grande perda para o país. As pesquisas estaduais já realizadas até esta data serão divulgadas. Somente realizaremos novas pesquisas para divulgação após a definição do partido”, informou nota do instituto.

O Datafolha vai realizar uma pesquisa nos três próximos dias (quinta, sexta e sábado) para medir os efeitos da morte de Eduardo Campos na disputa presidencial. O resultado da pesquisa sairá na edição de segunda-feira do jornal “Folha de S. Paulo”. Para o diretor do Datafolha, a entrada de Marina Silva como sucessora de Eduardo Campos “certamente” impactará a corrida presidencial já nas próximas pesquisas.

-Publicidade-
-Publicidade-

 

Redação Nossa Metrópole