Polícia apresenta dupla que matou esportista

Os assaltantes Maurício Alberto Pallos de Souza, o “Mau-Mau”, e Jadielson da Paixão Cerqueira,  o “Cheio de Ódio”, envolvidos no latrocínio do esportista Fábio de Assis Lopes, em Vilas do Atlântico, foram apresentados à imprensa, na manhã desta quinta-feira (14), na 23ª Delegacia Territorial (DT/Lauro de Freitas). O delegado titular Joelson Reis cumpriu o mandado de prisão preventiva por latrocínio e está à procura de seus comparsas Kacio Alexandre Alves dos Santos, o “Galego”, e Raimundo Nonato Baracho dos Santos, o “Russo”, que também tiveram a prisões decretadas .

Foto: SSP/BA
Foto: SSP/BA

O crime ocorreu na rua Praia de Paquetá, na noite de 11 de junho, quando Fábio conversava com os amigos Marcos Estevão Veiga Uanus, Leonardo Pereira dos Santos e Márcio Mota Rodrigues, em frente à residência de Marcos. Quatro homens armados surgiram em um veículo Vectra GT de cor preta e deflagraram vários tiros contra o grupo de amigos, tendo Jadielson feito os disparos de pistola 380, que mataram Fábio. Os criminosos roubaram o veículo Vectra Sedan pertencente a Leonardo e fugiram.

Márcio Mota, que é policial militar, chegou a disparar dois tiros contra Jadielson, no momento da fuga. O delegado Joelson Reis apurou que, mesmo foragido, o criminoso procurou atendimento médico no Hospital do Subúrbio, justificando ter sido vítima de tentativa de roubo. A prisão de Jadielson ocorreu na terça-feira (12), na residência dos pais dele, no subúrbio de Paripe.

Ao ser capturado, Jadielson estava com um veículo Punto de cor preta roubado, com placa clonada, receptado por ele pela quantia de R$ 1,6 mil. O assaltante mantinha uma adolescente de 16 anos na casa dos pais onde também havia porções de maconha e munições ponto 40. Autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, receptação, adulteração de sinal identificador de veículo, posse ilegal de munição de uso restrito e corrupção de menores, Jadielson segue custodiado, à disposição da Justiça, na 23ª DT.

Ponto de tráfico

Maurício Alberto Pallos de Souza foi preso, no fim de semana, em um ponto de venda de drogas, em Lauro de Freitas, sendo autuado em flagrante por tráfico e corrupção de menores. Outras pessoas flagradas na boca de fumo, onde também havia armas, foram conduzidas para a delegacia e autuadas. Segundo apurou o delegado Joelson Reis, ele estava em liberdade condicional por roubo e tinha um mandado de prisão em aberto pelo mesmo crime na Polinter. Maurício também permanece à disposição da Justiça, na Delegacia de Lauro de Freitas.

Fonte: SSP-BA