IFBA tem mais de 300 vagas para cursos técnicos

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), campus Salvador, oferece 336 vagas para cursos técnicos subsequentes, no Processo Seletivo 2015, distribuídas entre a capital baiana e o núcleo avançado de Salinas de Margarida.

A novidade deste ano é que 50% das vagas dessas formações serão ocupados através do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014. Ou seja, esses candidatos não farão a prova do IFBA, já que o modo de seleção será com base na nota do Enem. Porém, é necessário efetuar a inscrição através do site www.processoseletivo.ifba.edu.br, até o dia 10 de setembro.

-Publicidade-
-Publicidade-

Para os demais interessados, o valor é de R$ 30. Os egressos de escolas públicas, no entanto, podem solicitar a isenção parcial da taxa, reduzindo o valor em 90%, para R$ 3, como prevê a Lei nº 12.711/12. Nesse caso, é necessário se inscrever até o dia 21 de agosto e entregar a documentação exigida em edital.

Dentro dessa categoria, 50% são destinados aos que comprovarem renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Ainda há oportunidades pelas cotas sociais, com vagas para afrodescendentes, índios, índios descendentes e de outras etnias, conforme percentual indicado no último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os candidatos com deficiência têm reserva de 5% em relação ao total.

Voltados para aqueles que já concluíram o ensino médio, esses cursos têm duração menor – média de dois anos – e perfil mais voltado para o mundo do trabalho. A capital baiana dispõe de cinco formações subsequentes: eletrotécnica, hospedagem, instalação e manutenção eletrônica, manutenção mecânica industrial e automação industrial, o mais procurado no processo seletivo de 2014 nessa categoria. Em Salinas da Margarida, as vagas são para técnico em informática.

Automação Industrial
Os profissionais formados no IFBA estarão aptos a projetar, executar e instalar sistemas de controle; realizar diagnóstico, manutenção, medições e testes em equipamentos utilizados em processos industriais; programar e operar sistemas automatizados, respeitando as normas técnicas e de segurança. Nos últimos anos, os alunos do curso de automação industrial têm se destacado em projetos e eventos científicos. O exemplo mais recente foi a medalha de ouro conquistada por uma estudante do curso na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 2013, entregue em premiação nacional pela presidenta da República.

Informática
O técnico em informática opera e programa sistemas microprocessados; instala e diagnostica redes, administra e faz manutenção de hardware e software; dá suporte técnico a usuários de computadores; utiliza e desenvolve ambientes web, banco de dados, sistemas de apoio gerencial e produtivo. Esse profissional está apto a trabalhar em empresas, instituições públicas e não governamentais que demandem sistemas computacionais, especialmente envolvendo programação de computadores.

Fonte: Aratu On Line