Carla Perez é a madrinha da Semana do Bebê

Em parceria com a União das Nações Unidas (Unicef),  a Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas (PMLF) promove a Semana do Bebê, entre os dias 25 e 29 deste mês.  O evento “amadrinhado” pela cantora e apresentadora infantil Carla Perez visa incentivar os municípios a se mobilizarem em favor da primeira infância, que vai do primeiro dia de vida até os 6 anos. Reconhecida nacionalmente, a iniciativa tem o objetivo de tornar prioridade na agenda das cidades brasileiras o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento de crianças nessa faixa etária. A Rede Municipal de Educação Infantil de Lauro de Freitas contempla 5.148 bebês e crianças distribuídas nas 54 creches escolas do município.

A abertura do evento ocorre no Ginásio de Esportes de Lauro de Freitas, às 10h30, com apresentação da Fanfarra Solange Coelho. Antes disso, está programada a apresentação do espetáculo “Dona Baratinha”, no Cine Teatro de Lauro de Freitas, às 9h. Participam do evento a Miss Bahia Mirim 2014, Jullie Rocha, e a modelo do município, candidata ao Miss Bahia 2014,Bianka Solla. Serão cinco dias de atividades espalhadas na cidade. Palestras com juízes, conselheiros tutelares, especialistas, além de atendimento pediátrico, vacinação, atividades lúdicas e culturais envolvendo leitura e mostra de cinema, explanações e oficina sobre meio ambiente.

O evento envolve todas as secretarias e superintendências do município. A secretária de Educação de Lauro de Freitas, Adriana Paiva, reforça que a realização do evento é um momento de grande sensibilização do olhar para educação infantil. “A semana envolve debates e discussões sobre os seis primeiros anos de vida quando a criança desenvolve grande parte do potencial cognitivo que terá quando adulto. É de fundamental importância garantir a implantação de políticas públicas que assegurem os direitos nessa faixa etária” afirmou a secretária.

Durante a semana serão discutidos temas como: pré-natal de qualidade, benefícios do parto normal e humanizado, impacto da cesariana desnecessária, imunização, direitos da gestante e do bebê, aleitamento materno, cuidados com o bebê, adolescência, sexualidade, gravidez e prevenção de DSTs e HIV, responsabilidade paterna na criação do bebê, direito de brincar para desenvolve-se, acesso e qualidade da educação infantil, violência doméstica, estimulação e interação com o bebê.

Ao realizar a “Semana do Bebê”, cada município brasileiro contribui com o “Compromisso com as obrevivência infantil: uma promessa renovada”, iniciativa da Unicef dos governos dos EUA, Índia e Etiópia, em apoio à estratégia Toda Mulher Toda Criança, da Assembleia Geral da ONU, lançada em 2010. Esse compromisso tem como objetivo acelerar os esforços dos governos e da sociedade de reduzir as mortes evitáveis de crianças de até 5 anos, com ênfase nos primeiros dias de vida. O objetivo é reduzir a mortalidade na infância para 20 ou menos óbitos de crianças por 1.000 nascidos vivos em todos os países até 2035.

Fonte: Ascom / PLF