Última superlua do ano será vista hoje

Como previam os cientistas, o asteróide 2014 RC veio e foi sem causar estragos. E agora podemos deixar o medo de lado e voltar a olhar para o céu com a devida reverência. Anote aí: hoje à noite pinta nos céus a “superlua”. E aproveite, porque é a terceira e última vez neste ano que o fenômeno ocorre.

Foto: Folha de São Paulo
Foto: Folha de São Paulo

A superlua acontece quando duas coisas distintas coincidem: a Lua atinge seu estágio mais iluminado (a famosa Lua cheia) aproximadamente ao mesmo tempo em que chega ao ponto mais próximo da Terra em sua trajetória ligeiramente oval em torno de nosso planeta.

Essa aproximação é chamada de perigeu, e por isso o fenômeno é conhecido entre os astrônomos simplesmente como “Lua cheia no perigeu”. Eis que os astrólogos, sempre com aquele charme sedutor, deram a ela o nome popular que hoje está na boca do povo: superlua.

E o que ela tem de super? Bem, como está um pouco mais próxima de nós, ela aparece no céu proporcionalmente maior. Não é muita coisa. Entre uma Lua cheia no apogeu (cerca de 405 mil km de distância) e uma no perigeu (aproximadamente 360 mil km de distância), o aumento de tamanho é de 14% (com aumento de brilho de 30%).

Dica: Você se interessa pelo tema da busca científica por vida alienígena? Clique aqui e baixe uma amostra grátis do meu livro, “Extraterrestres: Onde eles estão e como a ciência tenta encontrá-los”

Ainda assim, é uma coisa bonita de se ver. Sem saber de nada, você poderia olhar e simplesmente notar como a Lua está de algum modo um pouco diferente, mais formosa que o usual. Sabendo do que se trata, adiciona-se uma nova camada ao prazer da observação.

Como Observar

Não tem segredo. Basta procurar a Lua no céu, e a vista desarmada basta para vê-la de forma esplendorosa. (Binóculos, claro, agregam valor ao camarote.) Recomenda-se que se faça isso entre as 18h e as 20h, quando ela está mais baixa no céu, na direção do leste. Isso, apenas por uma questão de deleite: ao ser observada em proximidade a objetos de tamanho conhecido no horizonte, ela parece maior — por uma ilusão de óptica ainda não totalmente compreendida, que se soma ao efeito de refração atmosférica para aumentar seu tamanho aparente. Caso lhe falte o horizonte leste, não se preocupe. Ela atravessará o céu durante a madrugada e só se esconderá no oeste por volta das 6h da manhã.

Para os aficcionados por horários e datas exatos, a Lua atingiu o perigeu exatamente aos 30 minutos desta segunda-feira (8), chegando a uma distância mínima de 358.387 km da Terra (na média, ela fica a cerca de 384 mil km). E o momento exato da Lua cheia acontece às 22h39 desta segunda.