Programa atende crianças com alterações de desenvolvimento

Com a finalidade de detectar, o mais precoce possível, os desvios no desenvolvimento global das crianças do Município, a Sesau (Secretaria da Saúde), por meio do Cuidar (Centro de Unidades de Apoio e Referência em Saúde) realiza o Follow up – Programa de Acolhimento, destinado a crianças de zero à dois anos de idade, por meio da oferta de intervenções terapêuticas profiláticas e do apoio familiar para fortalecer os vínculos entre pais e filhos.

O Follow up pediátrico foi implantado para atender adequadamente as crianças oriundas de UTI’s neonatais, prematuras, bebês de baixo peso, asfixiados, portadores de infecções congênitas e síndromes genéticas, dentre outras.

-Publicidade-
-Publicidade-

As crianças são encaminhadas ao Centro assim que nascem. Ao chegar ao espaço, a criança passa por um processo de triagem com os profissionais e, se for detectada alguma alteração no desenvolvimento, são inseridas no follow up.

Além de prestar o atendimento às crianças, os profissionais prestam esclarecimentos aos pais, tiram dúvidas e orientam sobre possíveis dificuldades que a criança possa vim a ter.

Acompanhado da esposa, Luciene Bacelar, de 32 anos, José Coelho, de 39 anos, levou o pequeno Samuel, de sete meses, para mais uma avaliação médica. “Agradeço a Deus e a Prefeitura pelo atendimento prestado ao meu filho. Depois do follow up o desenvolvimento dele está bem melhor”, ressaltou o morador do bairro Gleba B. O pequeno Samuel tem síndrome de dow e é acompanhado pela equipe de profissionais desde os três meses de idade.

O atendimento é realizado por uma equipe multidisciplinar que adota uma abordagem mais abrangente em benefício das crianças. A equipe é composta por fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, psicólogo, assistente social, enfermeiro, nutricionista, neonatologista e neurologista infantil.

CUIDAR

O Cuidar é especializado no atendimento às pessoas com deficiências, anemia falciforme ou câncer. Os três centros que integram o Cuidar – Ceonc (Centro de Oncologia de Camaçari), Cempre (Centro Multiprofissional de Reabilitação Física) e Unifal (Unidade de Apoio às Pessoas com Doença Falciforme), oferecem amparo e suporte às pessoas no momento da vida em que estão mais fragilizadas.

Fonte: Ascom / PMC