Recapturado suspeito de matar delegado Clayton Leão

Foragido do Complexo Policial dos Barris desde janeiro de 2011, Renildo Nascimento de Jesus, o “Chicó”, 37 anos, um dos autores do homicídio do delegado Clayton Leão, morto em 26 de maio de 2010, na estrada das Cascalheiras, em Camaçari, foi capturado na cidade de Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul. Renildo foi transferido para Salvador, na tarde de sexta-feira (5), por investigadores do Grupo de Apreensão e Captura (Grac), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Renildo Nascimento de Jesus. Foto: Divulgação
Renildo Nascimento de Jesus. Foto: Divulgação
Delegado Clayton Leão.
Delegado Clayton Leão.

Com mandado de prisão preventiva em aberto, expedido pela 1ª Vara Criminal de Salvador, pelo latrocínio de Jair Rosado Nascimento Oliveira, o criminoso foi localizado num alojamento de trabalhadores, na Rua Alfredo de Castilho, no bairro Santa Rita, em 14 de agosto. Conduzido pelos policiais à 3ª Delegacia de Três Lagoas, Renildo teve o mandado cumprido pelo delegado da unidade Orlando Vicente Abate Sacchi.

-Publicidade-
-Publicidade-

Segundo o diretor adjunto do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado José Bezerra, na noite de 5 de janeiro de 2011, na avenida Pinto de Aguiar, Renildo, junto com dois comparsas, na tentativa de roubar o veículo Crossfox, cor amarela, placa NPP 7421, de Jair Rosado, deflagrou dois tiros contra a vítima, que morreu na hora. Ele chegou a ficar custodiado no Complexo dos Barris, fugindo dias depois.

Suspeito de cometer vários assaltos em Camaçari e ter envolvimento em outros homicídios na cidade, Renildo está preso na Unidade Especial Disciplinar (UED), do Complexo Penitenciário de Mata Escura, onde aguardará julgamento dos crimes praticados.

Fonte: SSP/BA