Comunidades baianas ganham projeto de fotografia

Usar a fotografia como instrumento para compreender melhor a localidade onde vivem, seus aspectos sociais, políticos e culturais. Essa é a finalidade do Projeto Olhar em Trânsito que vai atender a 160 moradores, a partir dos 15 anos, de oito comunidades – Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Dias D’Ávila, Simões Filho, Candeias, Pojuca e Mata de São João. A iniciativa vai ter duração de 4 meses e será iniciada na próxima sexta-feira, 12 de setembro, na comunidade Los Angeles, localizada no km45 da BA-093, em Pojuca.

A atividade continua entre os moradores da Comunidade Camboatá ( (km 27, BA-093, em Mata de São João) no próximo dia 20 de setembro. No primeiro momento, os participantes vão receber oficinas ministradas pelos fotógrafos Rodrigo Wanderley e Carol Garcia, com duração total de 8h. Bate papo sobre o mundo da fotografia, visualização de registros e apresentação dos elementos essenciais para capturar uma boa imagem fazem parte da programação. Após a aula teórica, os professores levarão os participantes para colocar em prática tudo o que foi passado.

Foco, enquadramento, cor e linha são alguns direcionamentos que os alunos vão aprender. A atividade é uma parceria da Concessionária Bahia Norte, Labfoto da Universidade Federal da Bahia e as associações de moradores.

Equipe_OLhar em Transito-7
Fotos: Rodrigo Wanderley

Equipe_OLhar em Transito-8

Sensibilização

Antes das oficinas serem realizadas, o Projeto Olhar em Trânsito promoveu uma ação de sensibilização, que foi um varal fotográfico com imagens dos fotógrafos e educadores Rodrigo Wanderley e Carol Garcia e de moradores que optaram em expor seus registros. O trabalho está à disposição para os futuros participantes, que também aprenderam a técnica da “caixa mágica”, método simples para entender o processo da fotografia.

Fonte: Agência de Textos