Retornos irregulares terão barreiras após acidente com moto; veja vídeo

A Via Bahia, concessionária que administra a BR-324, garantiu colocar, até dezembro, barreiras físicas para impedir que motoristas façam retornos irregulares na rodovia. Um vídeo que registra um acidente na via no dia 1º de setembro e já contabiliza quase 25 mil visualizações no Youtube mostra a imprudência do condutor de uma caçamba ao dar uma “roubadinha” para fazer um retorno.

No vídeo, o técnico em mecânica Douglas Vieira, 24 anos, pilota sua moto (uma Honda CB 600 Hornet) quando é surpreendido pelo caminhão. Ele estava na faixa da esquerda e a caçamba, que estava no acostamento, cruzou as duas faixas da pista para atravessar o canteiro central e acessar a pista no sentido Feira de Santana. O acidente aconteceu na região de Amélia Rodrigues.

-Publicidade-
-Publicidade-

De acordo com Douglas, a prática no local é frequente. “Ninguém quer rodar mais 5 km para pegar o retorno”, contou ele.  “Vou imaginar que o cara vai jogar o caminhão em cima de mim? Prefiro acreditar que o cara do caminhão não me viu”, disse Douglas. O motociclista tentou frear, mas se desequilibrou e caiu da moto, passando por entre os dois eixos de roda do caminhão. “Foi um milagre de Deus, não tem outra explicação”, contou.

Douglas: só ferimentos leves (Foto: Almiro Lopes)
Douglas: só ferimentos leves
(Foto: Almiro Lopes)

Do momento do acidente,  Douglas só lembra do desespero, pensava que iria se chocar ao caminhão. O motorista da caçamba atravessou a outra pista e fugiu. Douglas garante que por conta do barulho que a moto fez após a queda, não houve como o motorista não ter percebido. “Ele viu o que aconteceu e aí deve ter pensado: ‘esmaguei esse cara, que merda que eu fiz’ e se picou”.

Douglas só teve uma pequena fratura em um osso do punho e por isso precisou se afastar do trabalho no aeroporto de Salvador. Ele também sente dores nos pés. Conta que o uso de  equipamentos de segurança, como o capacete, a jaqueta de pilotagem e a bota, evitou maiores problemas. “O problema é a imprudência do outro”. Já a moto, sem seguro, teve problemas no tanque, radiador, chassi e motor. Mas o estudante de Engenharia Mecânica garante que vai deixar de pilotar, por segurança. “Foi um aviso”. O motorista do caminhão não foi identificado.

Veja o vídeo:


Fonte: Correio 24 Horas