Sindicalista tem orelha arrancada e é morto em Itabuna

Moisés Ribeiro da Silva, diretor do sindicato dos Trabalhadores em Limpeza (Sindilimp) da região Sul da Bahia, foi assassinado nesta terça-feira, em Itabuna. Segundo a polícia, Moisés não teve nenhum pertence roubado. O corpo foi encontrado em um rio. E a moto da vítima próxima a margem.

Corpo do sindicalista foi encontrado sem uma das orelhas. Foto: reprodução internet
Corpo do sindicalista foi encontrado sem uma das orelhas.
Foto: reprodução internet

Ele teve a orelha parcialmente cortada e foi atingido por tiros de arma de fogo. Luiz Carlos Suica, diretor jurídico do sindicato dos trabalhadores em Limpeza, lamentou a morte: “Era uma liderança sindical de destaque. Muito combativo. Espero que as respostas cheguem rápido e que este crime seja esclarecido em breve. Se quem fez isso acredita que vai nos intimidar está muito enganado”, disse.

-Publicidade-
-Publicidade-

Em nota, a direção do Sinergia Bahia também lamentou: “Toda a nossa solidariedade aos amigos e familiares de Moisés Ribeiro”, diz o texto.

Fonte: Varela Notícias