Ibope mostra Paulo Souto com 43% e Rui Costa com 27%

Pesquisa Ibope/TV Bahia divulgada ontem mostrou crescimento do petista Rui Costa em relação aos demais candidatos ao governo do Estado. Contudo, o governista, segundo os números, não conseguiu desbancar o favoritismo de Paulo Souto (DEM), conforme os últimos levantamentos, o que deixa o cenário indefinido.

Souto, cuja média dos três últimos levantamentos permanece dentro de uma margem de conforto, começou a campanha com 42%, subiu para 44%, cresceu ainda mais e atingiu seu pico em agosto com 46% e agora cai para 43%.

De julho a setembro, o apadrinhado de Jaques Wagner (PT), Rui Costa, foi o único com desempenho crescente: saiu dos 8% dos primeiros índices, no início da campanha, foi a 15% ao ultrapassar Lídice da Mata (PSB); a 24% em agosto e agora possui 27% da fatia do eleitorado.

A postulante socialista iniciou a disputa na segunda colocação com 11%, caiu para 9%, chegou a 6% e neste levantamento aparece com 7%. Marcos Mendes (PSOL) e Renata Mallet (PSTU) tiveram 1% e Rogério Tadeu Daluz (PRTB) não pontuou. Brancos, nulos e indecisos somam 21%.

Em um possível segundo turno, o democrata figura como campeão da corrida com 46% e o petista com 31%. Na aferição de rejeição, Paulo Souto aparece com maior número: 26%. Rui segue com 26%, Lídice com 23%, DaLuz 21%, Mallet com 15% e Mendes com 14%. Não rejeitaram nenhum dos candidatos: 11% e não souberam ou não opinaram: 21%.

O Ibope também ouviu a avaliação do governo Wagner. Para 29% dos entrevistados, a gestão do cacique petista é ótima/boa. 41% a consideraram regular, 12% ruim e 14% péssima.

A quarta pesquisa Ibope das eleições 2014 foi realizada entre os dias 21 a 23 de setembro de 2014. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 83 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, ou seja, isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 00026/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 00763/2014.

Empate

Se Paulo Souto vive no mar de rosas, o sinal amarelo acendeu para Geddel Vieira Lima (PMDB) na corrida pelo Senado. O Ibope já aponta empate técnico entre o peemedebista e o postulante do governo, Otto Alencar (PSD), quando é levada em consideração a margem de erro. O embate mostra 33% ao oposicionista contra 29% do atual vice-governador. A jurista Eliana Calmon (PSB) segue na terceira colocação com 4%.

Paulo Souto comemorou a situação ainda em Porto Seguro, cidade em que fez movimentações de campanha ontem à noite. “A nossa vitória vai se consolidar nas urnas do próximo dia 5 de outubro. Até lá continuaremos trabalhando incansavelmente, levando a nossa proposta de uma nova Bahia. As pesquisas refletem o que temos percebido no acolhimento e carinho recebidos do povo baiano por onde temos passado nesta campanha”, disse.

Rui Costa afirmou que só agora o Ibope começa reajustar o cenário real da eleição baiana.  “O que importante não são os números manipulados da pesquisa encomendada pelo DataNeto, que agora ajusta os resultados para, ao final da corrida eleitoral, não sofrer a total desmoralização da derrota”, afirmou.

Ele ainda considera que o levantamento não reflete o resultado das ruas. “Nos mais de 200 municípios que visitamos, desde o início de junho, por todos os lugares que passamos, reunimos multidões e somos calorosamente recebidos pelo povo que não quer voltar atrás e, por isso, abraça nossas propostas para a Bahia avançar mais”, concluiu.

Fonte: Tribuna da Bahia