Agentes de saúde mobilizam comunidade contra a chikungunya

Uma caminhada de alerta a população sobre os perigos causados pelo mosquito Aedes aegypti, tomou as ruas do bairro Verdes Horizontes, na manhã de ontem (16/10). A concentração foi na Escola Municipal Virgínia Reis. A mobilização contou com a presença de 20 agentes de endemias, 18 agentes comunitários, 100 alunos da escola, com idade entre 11 e 14 anos e professoras, responsável pela turma.

Durante a ação, o carro de som informou à população sobre os cuidados com a dengue e a chikungunya, doença viral que apresenta sintomas parecidos com os da dengue e é transmitida pelo mesmo mosquito. “Nosso bairro tem muitos locais com água, e muita gente não sabe ainda o que é a chikungunya. Ótima atitude da Prefeitura”, declarou Neide Vilaça, de 63 anos, moradora do bairro há seis anos.

boticario-mãe

sesau_caminhada_mobiilização_sobre_a_febre_chikungunhya_ Rafaela_Souza_foto_aristeu_chagas-161014 (18) sesau_caminhada_mobiilização_sobre_a_febre_chikungunhya_ foto_aristeu_chagas-161014 (8)

Os participantes utilizaram faixas, apitos, bandeiras e conversaram com a comunidade sobre o perigo, cuidados e prevenção da doença. “É muito bom participar e contribuir para esclarecer a população sobre os cuidados que eles têm que ter”, informou a estudante Rafaela de Souza, de 13 anos, que se fantasiou do mosquito.

A iniciativa é realizada pela Sesau (Secretaria da Saúde), por meio do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses de Camaçari).

Chikungunya:
Os sintomas da doença são febre, dores nas articulações e mal-estar, sintomas comuns aos da dengue. Mas além destas a pessoa apresenta mialgia (dor muscular), exantema (erupção na pele) e conjuntivite.

Em casos suspeitos a população deve entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica, por meio dos telefones (71) 3644-5754 ou 36445761, ou o CCZ de Camaçari, no número (71) 3634-5753.

Fonte: Ascom / PMC