Cidade do Saber é premiada com Comenda do Mérito Cultural

Nesta quarta-feira (05/11), Dia Nacional da Cultura, a Cidade do Saber (CDS) receberá do Governo do Estado uma homenagem em reconhecimento à contribuição da Instituição para a valorização da cultura na Bahia. A CDS está entre as 30 entidades e personalidades que receberão a Comenda do Mérito Cultural, em um espetáculo multimídia, a ser realizado no Teatro Castro Alves, em Salvador.

A honraria foi criada através do decreto nº 14.917, de 08 de janeiro de 2014, no âmbito da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA). Nesta primeira edição, foram feitas 991 indicações para a Comenda e uma comissão formada por representantes de diversas organizações selecionou dez integrantes de cada uma das três categorias pré-definidas: Júnior, Sênior e Póstuma. O trabalho de disseminação das diversas linguagens das artes garantiu para a Cidade do Saber um lugar entre as homenageadas.

Gerido pelo Instituto Professor Raimundo Pinheiro, o centro de conhecimento, cultura e inclusão social, que funciona em Camaçari desde março de 2007, será premiado na categoria Júnior, destinada a personalidades ou instituições em ascensão no cenário cultural. Nesta mesma lista, aparecem, também, artistas e instituições de renome como o cantor, percussionista e compositor Carlinhos Brown, a Associação Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu (ACBANTU) e o diretor teatral Fernando Guerreiro, também diretor da Fundação Gregório de Mattos.

Outras personalidades de destaque no cenário cultural brasileiro serão congratuladas, como o cantor e ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, e o professor e historiador, Cid Teixeira, ambos na categoria Sênior (nomes já consolidados e de relevância incontestável para a cultura baiana). Na categoria Póstuma, o legado de artistas como o músico Dorival Caymmi, o cineasta Glauber Rocha e o escritor Jorge Amado será reverenciado.

Para o secretário de Cultura do Estado, Albino Rubim, reconhecer o esforço dessas instituições e figuras talentosas é incentivar a continuidade do importante trabalho que elas desenvolvem. “A homenagem é simultaneamente um dever, um modo de legitimação necessário à dinâmica cultural e uma maneira de estimular todos aqueles que, nos mais diversos campos, trabalham e engrandecem a cultura na Bahia”, afirma.

Feliz com a homenagem que a Instituição recebe, a diretora geral da Cidade do Saber e presidente do Instituto Professor Raimundo Pinheiro, Ana Lúcia Silveira, declara: “É uma honra estar entre os homenageados com a Comenda do Mérito Cultural, principalmente por se tratar de um grupo tão seleto, com personalidades tão importantes para a Bahia e para o Brasil. O reconhecimento do nosso trabalho nos enche de motivação”.

Fonte: Ascom / CDS