Ford realiza evento para 200 estudantes de Engenharia na fábrica de Camaçari

De 04 a 07 de novembro, a fábrica da Ford em Camaçari abre suas portas para sediar, pela primeira vez, o Ford Week. O evento reúne 200 estudantes de Engenharia, de 15 universidades brasileiras, incluindo instituições de Salvador e de outras cidades da região Nordeste. Professores e alunos terão a oportunidade de ter contato com as inovações tecnológicas do novo Ford KA, além de conhecer a fábrica de automóveis e motores da montadora. Ao final de cada dia de apresentação, os visitantes participarão de uma sessão de perguntas e respostas e um bate-papo com profissionais da empresa sobre o mercado de trabalho, oportunidades e desafios do setor.

A iniciativa faz parte do Programa de Cooperação com as universidades, que tem como objetivo difundir a cultura automotiva, identificar e atrair novos talentos, e ampliar o contato da Ford com as universidades. Hoje a montadora mantém relacionamento com diversas instituições de ensino no Brasil: Universidade Federal da Bahia (UFBA); Universidade de Salvador (Unifacs); Senai-Cimatec; PUC (MG); Universidade Federal da Paraíba; Universidade Federal de Campina Grande, Unicamp, Universidade Federal do Recôncavo; Unesp – Ilha Solteira (SP); Instituto de Engenharia Mauá (SP); USP (SP); Universidade de São Carlos (SP); ITA (SP) e PUC (RJ).

-Publicidade-
-Publicidade-

Parceria de sucesso

Ao longo dos anos, os convênios de cooperação com as universidades permitiram à montadora lançar cursos nas áreas de motor e transmissão, chassis, subsistemas do veículo e eletro-eletrônica,  além de promover a especialização para mais de 150 empregados da Engenharia de Desenvolvimento do Produto e Manufatura das plantas da Ford no Brasil. Programas inéditos foram realizados, como por exemplo, o Fast Track, que foi pioneiro e totalmente financiado pela Ford, e se tornou uma ferramenta importante para a disseminação da cultura automotiva, além de despertar o interesse dos estudantes pelo setor automobilístico. Por ser um curso intensivo, os alunos se formavam mais rápido, estando aptos a atuar na indústria em, aproximadamente, um ano e meio. Através do Fast Track, os estudantes tiveram a oportunidade de colocar em prática, durante estágio na fábrica da Ford em Camaçari, todos os conhecimentos adquiridos em sala de aula.

Através do Senai-Cimatec, foi realizado o curso de Mestrado em Gestão e Tecnologia Industrial em parceria com a UFBA e o ITA. A Ford também já participou de seminários em diversas feiras de tecnologia e tem realizado um trabalho conjunto com as instituições de ensino focado no recrutamento para vagas de estágios e contratação de destacados profissionais nas áreas de Manufatura e PD. Completando a iniciativa, a montadora doa equipamentos às universidades para que os alunos tenham contato com materiais com os quais irão trabalhar na prática, como carros, motores, peças, sistemas de ar condicionado, etc.

A parceria com as universidades também favoreceu a criação de cursos específicos para atender o setor automotivo, a exemplo do CST Automotivo, que foi desenhado com o auxílio de profissionais da área de RH e Engenharia da Ford. A parceria com o Senai-Cimatec ainda possibilitou a criação de um laboratório de testes de bancada (Rig Tests) e a implantação do primeiro laboratório de dinamômetro da região. A montadora também contribuiu para a montagem e especificações técnicas do laborátório de EMC (Eletric Magnetic Compatibility).

Fonte: Ascom / Ford