Tubulação de esgoto rompe e causa mortes de peixes em lago de Lauro de freitas

Um sonho com investimentos de cerca de R$ 8 milhões de reais está sendo jogado água abaixo ou esgoto abaixo, como frisa o dono do prejuízo, Antonio Moreira Paixoto. “Tô fazendo tratamento psicológico porque vejo meu sonho sendo destruído”. O empresário é dono do Recanto Casa da Benção, localizado no Caji em Lauro de Freitas – RMS e não aceita o fato de vê uma tubulação de esgoto da EMBASA destruir um lago onde ele cria diversas espécies de peixe. Antonio acrescenta que por causa da poluição da água, todos os dias encontra mortos Tambaqui, Tilápias, Tucunaré, Carpa, Traíra e Lambari.

O Recanto da Benção, criado desde 1996, é uma espécie de área de lazer projetada com quartos, cantina, banheiros, camping, trilhas e pesca. De acordo com Antonio Peixoto, a matança de peixe acontece há cerca de 7 dias, depois que se rompeu uma tubulação do esgoto do Condomínio Residencial Dona Lindu, empreendimento com 1.132 apartamentos integrante do programa de moradia do governo federal, Minha Casa Minha Vida, em parceria com a prefeitura de Lauro de Freitas.

-Publicidade-
-Publicidade-

Ao procura de ajuda, o empresário denunciou o caso a EMBASA que demorou em corrigir o vazamento de esgoto que invadiu a lagoa, causando a morte de peixes de até 40Kg.  As mortes acontecem porque os dejetos permanecem no fundo da lagoa assim, elimina o oxigênio da água e os peixes não suportam. Um amigo ambientalista, na tentativa de amenizar o problema, fez um paliativo usando um tubo ligado a uma bomba que joga a água para cima na tentativa de oxigená-la, “mas fica muito caro manter a bomba ligada 24h por dia”, acrescenta.

Preocupada com o crime ambiental, a vereadora de Salvador, Tia Eron – PRB, eleita deputada federal em outubro, ficou de fazer um pronunciamento na Câmara, acrescentou que esse tipo de situação não pode mais ocorrer, que é preciso fiscalizar para evitar novos erros e punir a empresa responsável pela obra. “Não é possível que engenheiros usem tubos de 150ML para fazer uma rede de esgoto para mais de mil residências, pois está claro que não vai suportar a pressão dos dejetos”, finaliza.

FONTE: ASCOM / VEREADORA TIA ERON

DSCF0142
Por causa da poluição da água, todos os dias encontra mortos Tambaqui, Tilápias, Tucunaré, Carpa, Traíra e Lambari.
DSCF0123
A matança de peixe acontece há cerca de 7 dias, depois que se rompeu uma tubulação do esgoto do Condomínio Residencial Dona Lindu, causando poluição no lago.