Obras no aeroporto de Salvador serão concluídas em 2015

Previstas para estarem prontas em maio deste ano, as obras do aeroporto Luis Eduardo Magalhães de Salvador seguem inacabadas, e o pior, sem nenhum operário trabalhando. O cronograma do projeto de requalificação do terminal aéreo da capital baiana destaca três inovações: a ampliação do pátio de aeronaves, a reforma e adequação do terminal de passageiros e construção da nova torre de controle. A Infraero deu um novo prazo para a conclusão das obras: maio de 2015.

Após entrega de parte das obras, no período próximo a Copa do Mundo, o restante da reforma manteve-se paralisado. Do lado de fora da área de embarque é possível notar tapumes e vigas com avisos de cuidado, informando que aquele local está em obra. Em frente aos tapumes está o local em que os passageiros desembarca e aguardam táxis e carros particulares, área ainda “decorada” com vergalhões.

Próximo ao estacionamento também é possível ver avisos que pedem atenção de quem passa pelo local, avisando que uma reforma está em andamento. Entretanto, a equipe da Tribuna da Bahia percorreu toda a área a não encontrou nenhum operário trabalhando.

Primeira etapa
A primeira parte da obra, referente à nova área de check-in foi entregue em fevereiro e faz parte da primeira etapa de obras. O local agora conta com 36 novos balcões de atendimento de companhias aéreas, que somados aos 28 que já existiam, totalizam 64 balcões. O pavimento térreo passou por uma ampliação na sala de embarque doméstico, que foi de 218,04m² para 573,41m². Novas esteiras de restituição de bagagem em formato “U” foram instaladas.

Para a empresária, Alice Costa, o atraso revela o descaso com os cidadãos. “Antes da Copa foi outra estória, todo mundo correndo pra entregar tudo pronto. Agora que o mundial passou, basta colocar uma madeira cobrindo o local, que está tudo certo. Como o povo tem memória curta, passa pelo local todos os dias e não se dá conta, vai deixando rolar,” reclama Costa.

O taxista Afonso Souza transporta passageiros todos os dias. Segundo ele, as reclamações são constantes. “Escuto de tudo, que mala atrasou e que a escada-rolante quebrou e o elevador está em manutenção. Ouço muitas comparações com outros aeroportos que eles visitam. Explico para os visitantes que esses são só os primeiros problemas que eles vão encontrar aqui”, relatou.

Apesar do incômodo sentido por algumas pessoas que transitam pelo local há quem não se incomode. “Viajo bastante a trabalho. As obras que ainda não foram terminadas não me incomodam muito. Aliás, acho que hoje a coisa está bem melhor. Venho de táxi, salto em frente ao check-in, e vou para o embarque. Gosto muito do aeroporto de Salvador, acho muito mais sinalizado que outros que já passei como o Galeão, no Rio de Janeiro. Lá a pessoa se perde tentando achar o local certo,” conta a jornalista, Marina Ribeiro.

Terminal aéreo é o mais movimentado do Nordeste
O Aeroporto Internacional de Salvador — Deputado Luís Eduardo Magalhães é o mais movimentado do Nordeste e responsável por mais de 30% de circulação de passageiros na região, com capacidade para recepção de 13 milhões de passageiros anualmente.

Em 2013 mais de 8,5 milhões de pessoas passaram pelo aeroporto de Salvador e, até o final de 2014, 10,8 milhões são esperadas.

A Tribuna da Bahia entrou em contato com a Infraero, que informou que ainda faltam ser concluídas a 2ª etapa da nova área de check-in, a reforma das salas de embarque e adequações gerais do terminal de passageiros e a reforma da fachada frontal com ampliação da cobertura do meio-fio. De acordo com o órgão, os prazos de execução do cronograma tiveram de ser revistos em virtude de diversos eventos que motivaram intenso movimento no Aeroporto de Salvador – como Copa das Confederações e carnaval. Ainda segundo a Infraero, o grande desafio é realizar uma obra dessa complexidade com o aeroporto em pleno funcionamento.

Fonte: Tribuna da Bahia