Preço do pão varia até 80% entre padarias de bairros diferentes

O pão nosso de cada dia pode apresentar uma variação de até 80% no valor cobrado por quilo entre padarias de diferentes bairros de Salvador.  Foi o que constatou a reportagem do CORREIO ao percorrer as principais padarias da cidade em busca do pão francês –  ou cacetinho, para os baianos – bom e barato.

Na Deli e Cia, do bairro da Graça, o quilo do pão francês custa R$ 12,59. Dez pães saem  em média por R$ 6,50. A delicatessen chega a vender, por dia, cerca de quatro mil pães, como assegura o proprietário do estabelecimento, Mário Pithon.

Para ele, o pão francês ainda é o preferido, mas vem sendo substituído por outras opções como o pão baiano, integral, australiano e o rústico. “Produzimos, hoje, 72 tipos diferentes de pães e biscoitos. Quando aumenta a oferta, as pessoas passam a preferir outras opções de consumo mesmo que sejam mais caras”.

RTEmagicC_precopao_x1.jpg

Os itens de  padaria são responsáveis por 20% do faturamento do negócio. Entre as padarias que o CORREIO foi comprar pão, a Deli e Cia foi a que apresentou o preço mais salgado, o que para o proprietário é uma estratégia.

“Não é só a farinha que conta, mas os tributos, a embalagem e os valores agregados à localização e ao conforto que a loja oferece. E isso acaba selecionando também o tipo de cliente”, argumentou.

O padeiro da Grandelli Vanderson Santos também confirma a predileção pelo pão francês, mas admite que o pão de leite é um forte concorrente. “O pão de leite tem o mesmo preço e é mais molinho e macio”.

A sua delicatessen fica no Corredor da Vitória e vende o quilo do pão por R$ 11. De uma rua para outra, o valor do quilo do produto já caiu R$ 1,59. Se virar a esquina, o preço cai mais um real. No Campo Grande, na  padaria Master Pães, o quilo custa R$ 9,99. Com R$ 5 o cliente leva 10 pães para casa.

RTEmagicC_paofrances_arquivocorreio.jpg
Precinho camarada

O pão mais barato está mesmo nas padarias mais populares, onde a diferença de valor pelo quilo chega a ser de até R$ 6,50. Há locais onde o pão pode ser pesado, mas também tem como negociar o pacote com dez unidades. Na Ki Pão, em Vista Alegre, dez pães saem por R$ 2,50.

O preço por quilo mais em conta encontrado pelo CORREIO está na Padaria Mix Pão, em Paripe, onde a companhia indispensável no momento do café custa R$ 6. Em bairros como Federação, Cajazeiras e Garcia a variação por quilo é de R$ 1, com valores encontrados entre  R$ 7,99 a R$ 6,99.

Diferencial

A receita simples de farinha de trigo, fermento para pão, água, sal e açúcar tem inspirado a criatividade dos padeiros a fim de manter a freguesia diante da concorrência. A ideia da Padaria Móvel, do padeiro Fernando Carneiro, nasceu a partir de uma parceria com um antigo estabelecimento onde trabalhava.

“Eu já vendia massa de pão programada e aí resolvi instalar o trailer aqui no Imbuí e até hoje vem dando muito certo. Não tem quem resista a um pãozinho”, conta.

Com o investimento inicial de R$ 9 mil  e com a ajuda da divulgação boca a boca, Fernando vende 900 pães por dia, entre as 14h30 e 20h30. “Tem gente que prefere mais moreninho, outros querem um mais branquinho. O importante é que ele vai levar para casa o pão quente da hora”.

O gerente comercial Marcos França chegou ao trailer na hora de pico, por volta das 17h30. “Moro aqui do lado. Hoje em dia, a preocupação não é só preço, mas também a qualidade, o atendimento e a comodidade do serviço”.

O consultor econômico Alberto Souza também estava à espera da fornada que leva de 10 a 12 minutos para assar. “Pão é o tipo de coisa que quando a gente chega em casa sem, todo mundo pergunta por ele”.  No local, o preço do quilo do pão – seja francês, milho, leite ou de batata – sai por R$ 7,99.

Especialista recomenda outras opções

Se o preço do pão der indigestão, a nutricionista Amélia Duarte dá alternativas, inclusive, mais nutritivas: raízes, banana da terra e também tapioca. “São mais saudáveis e mais ricas em vitaminas e minerais”. Um pão de sal de 50g possui cerca de 135 calorias.

“Uma porção de inhame, de 100g,  possui 103 calorias; a mesma quantidade de aipim, 120. Já a batata doce, 103 calorias”. O pão integral é uma solução a meio termo. “É mais rico em fibras e com mais propriedades benéficas”.

A nutricionista dá a receita de um pão de trigo e arroz integral. São sete copos de farinha de trigo integral, três copos de farinha de trigo branca, uma xícara de arroz integral cozido, três colheres de óleo vegetal (milho ou girassol), uma colher de sopa de fermento fresco e sal.

“Misture tudo e coloque água aos poucos, até formar uma massa que dê para modelar.  Depois de modelados, deixe os pães descansando por uma hora antes de levá-los ao forno para assar”.

Fonte: Correio 24 Horas