Polícia apreende 5 toneladas de frutos do mar

Mais de cinco toneladas de frutos do mar impróprios para o consumo foram apreendidos na sexta-feira (14), num imóvel localizado na Boca do Rio, durante operação conjunta da Delegacia do Consumidor (Decon), Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) e Vigilância Sanitária de Salvador (Visa). Ao averiguar reclamações de vizinhos sobre o mau cheiro exalado daquele local, as equipes dessas instituições constataram que ali havia mariscos e crustáceos armazenados inadequadamente, dentro de uma câmara frigorífica improvisada, num dos cômodos da casa.

Policiais da Decon cumpriram um mandado de busca e apreensão no local, e conduziram o comerciante Abson Silva Che, 43 anos, proprietário do imóvel, à sede da Delegacia, na Rua Carlos Gomes. Os alimentos estavam em péssimas condições de conservação e higiene e sem o devido controle de temperatura. Abson é proprietário do restaurante Caranguejo do Porto, com unidades nos bairros do Costa Azul e Barra.

-Publicidade-
-Publicidade-

A delegada Idalina Lima, da Decon, autuou Abson em flagrante, por comercializar, distribuir e manter em depósito produtos impróprios para o consumo. Ele chegou a ser preso, durante a operação conjunta, sendo liberado mediante pagamento de fiança no valor de dez salários mínimos, no domingo (16).

Os alimentos apreendidos foram recolhidos pela ADAB para serem descartados. Já o imóvel que servia de depósito clandestino foi interditado pela Visa. A delegada Carla Ramos, titular da Decon, afirmou que vai apurar se Abson também distribuía os frutos do mar para outros restaurantes em Salvador.

Fonte: SSP/BA

97266b9fa8bfe6b2e4f694a61892ccad_c9f00a3535a0bb02cfcea6c011106ec6