Polícia Federal desarticula quadrilha em Maragogipe

A Força-Tarefa Previdenciária montada pela Polícia Federal, Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal desarticulou nesta quarta-feira, 26, em Maragogipe ( a 139 km de Salvador) uma quadrilha especializada em fraudar benefícios da Pensão Por Morte Previdenciária.

10815159_603471979779589_1759343224_o 10819376_603471916446262_1231036209_o
O bando inseria pessoas fictícias no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), a maioria na categoria de trabalhadores rurais ou segurados especiais, com a finalidade de obter benefício.

-Publicidade-
-Publicidade-

Formada por um servidor da Previdência Social da cidade e seus parentes, o bando vinha atuando desde 2006. Os criminosos utilizavam-se de CPF e identidade de pessoas já falecidas, informando data retroativa do óbito com até 7 anos anteriores à data da entrada do requerimento. Isso ocasionava a geração de valores atrasados a receber.

No ato da habilitação dos benefícios, o próprio servidor e familiares eram cadastrados como Representantes Legais – Administradores Provisórios. O prejuízo inicialmente identificado aproxima-se de R$ 2.7 milhões.

A Polícia Federal cumpriu cinco mandados de busca, quatro prisões, afastamento da função pública e bloqueio das contas bancárias.

Os envolvidos serão indiciados pelos crimes de estelionato qualificado e associação criminosa, previstos nos artigos 171 e 288, ambos do Código Penal, com penas que podem chegar a nove anos de reclusão.

A operação contou com a participação de 25 policiais federais e sete servidores da Previdência Social.

Fonte: A Tarde