Apresentada dupla acusada de matar PM

O assaltante Tiago Freitas da Silva, o “Tiaguinho”, 18 anos, responsável pela morte do soldado PM Diogo dos Santos Freire, 29, durante assalto a um ônibus foi capturado na noite de segunda-feira (22), na Rua Avani Ferreira, em Pau da Lima, por policiais civis do Grupo Força Azul, do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP). O crime ocorreu no dia 10 de dezembro, no Vale de Nazaré.

De acordo com o delegado Marcelo Tannus, do DCCP, a prisão do criminoso aconteceu após o Núcleo de Inteligência (NI) do DCCP apurar informações sobre o local onde “Tiaguinho” estava escondido.  Com prisão preventiva decretada, ele foi apresentado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba.

Paulo Ricardo do Vale Santos, 21 anos, que também participou do assalto, dentro de um coletivo da linha Barroquinha/Sussuarana, teve o mandado de prisão cumprido pelo delegado Sérgio Malaquias, do DHPP, na tarde de sexta-feira (19), ao se apresentar no Departamento. O veículo Prisma, de cor prata, usado na fuga pelos assaltantes pertencia a um familiar de Paulo. Um adolescente 17 anos que acompanhava os criminosos já foi apreendido e encaminhado à Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI).

Segundo o delegado Sérgio Malaquias, a pistola 380 que pertencia ao PM Diogo foi encontrada com o assaltante Carlos Alberto Oliveira dos Santos, o “Nego”, 22, preso no dia 11 de dezembro, na Rua do Progresso, em Pau da Lima, por policiais militares da Rondesp/Central. Ele está na Cadeia Pública, no Complexo Penitenciário da Mata Escura. A arma já seguiu para perícia.

cb7eda78436a3ffa045a7415dace2718_c9f00a3535a0bb02cfcea6c011106ec6

CONFRONTO

Eliomar Gomes dos Santos, o “Boquinha”, 19, também integrante do bando, foi abordado pelos policiais na Rua Maria Chica, em Pau da Lima, no mesmo dia da captura de “Nego”, mas resistiu à prisão. Ele entrou em confronto com os PMs, morrendo na troca de tiros.

A arma utilizada no assalto, um revólver calibre 38, foi encontrada com Eliomar, que já tinha passagem por roubo, tráfico de drogas e homicídio. Policiais da Operação Apolo e da 47ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Pau da Lima), também participaram da operação, na ocasião.