Democrata diz que PTN faz “papelão” em Camaçari a mando do PT

O presidente do Democratas de Camaçari, Helder Almeida, disse hoje que a decisão do PTN de aderir ao PT e ao governo Rui Costa fez “naufragar” os planos do partido de encabeçar uma aliança oposicionista para disputar a prefeitura do município em 2016. “Agora, o PTN está prestes a desempenhar o lamentável papelão de lançar uma candidatura a mando do PT apenas para tentar dividir a oposição. Essa mesma estratégia foi utilizada pelos petistas nas eleições de 2012, quando obrigaram o então vereador José de Elísio a lançar candidatura pelo PP apenas para dividir os oposicionistas”, declarou Almeida.

Helder Almeida
Helder Almeida, presidente do Democratas de Camaçari. Foto: Divulgação

Para Helder Almeida, ao aderir ao governo Rui Costa, o PTN abriu mão de “ter uma candidatura séria” em Camaçari. “O que restou foi uma armação apenas para tentar dividir a oposição. E o PT confirma essa armação na medida em que não exige do PTN a mesma contrapartida cobrada ao PDT em Salvador, que é a do alinhamento total. São dois pesos e duas medidas que só servem para comprovar o jogo sujo que planejam fazer em Camaçari”.

Fonte: Ascom / DEM