Trânsito no Iguatemi será alterado a partir de hoje

As mudanças na organização do tráfego na região do Iguatemi começam a valer a partir desta segunda-feira (19). De acordo com o diretor de trânsito da Transalvador, Marcelo Corrêa, a estimativa do órgão é que os motoristas ganhem cerca de 30% no tempo de viagem.

“Pedimos muita atenção dos condutores porque eles estão acostumados a usar essas vias de uma forma e agora terão que se adaptar as mudanças”, afirmou Marcelo. A estimativa do órgão é que até março o trânsito já tenha se reorganizado na região.

Placa eletrônica alerta sobre mudança na via marginal da Avenida ACM, em frente ao Edifício Capemi (Foto: Betto Jr)
Placa eletrônica alerta sobre mudança na via marginal da Avenida ACM, em frente ao Edifício Capemi
(Foto: Betto Jr)

“Com o passar do tempo isso virará hábito, mas acredito que deve levar de 20 a 40 dias essa adaptação”, acredita Corrêa. Na manhã do domingo (18), equipes da Transalvador já trabalhavam nas mudanças, que incluem reprogramação dos semáforos, retirada de outros, novas pinturas de sinalização e novas placas.

A Rua Cipestre, entre o Hiper Bompreço e o Sam’s Club, e a rua da Alfazema já mudaram ontem. A rua entre os mercados tem agora sentido único em direção à ACM e a rua da Alfazema, entre o shopping e a Rua do Cipestre, tem mão única no sentido da Avenida Paulo VI. Por conta disso, a Rua da Taioba também contará com um único sentido, em direção à rua do Cipestre.

Outras seis intervenções que começam a valer hoje são: a marginal da ACM, em frente ao Shopping da Bahia, antigo Iguatemi, que perdeu a mão dupla e virou pista única no sentido da Avenida Tancredo Neves; as duas vias em frente ao Empresarial Iguatemi, que inverteram o sentido – a que desce passa a subir e vice-versa; o cruzamento em frente ao Capemi foi fechado e um outro, aberto em frente ao Sam’s Club; o cruzamento em frente ao Hiperposto também deixa de existir; os motoristas que vêm da Avenida Paulo VI terá um novo acesso para a Rua Wanderley Pinho; por fim, no sentido Lucaia, o viaduto Raul Seixas passa a contar com acesso direto à via marginal da ACM, em frente à Igreja Universal. Essa marginal terá sentido único em toda sua extensão.

RTEmagicC_iguatemi-transito-1.jpg

Apoio

Para evitar maiores transtornos nesse período de adaptação, o diretor de trânsito da Transalvador destaca que uma equipe de 60 agentes, por cada turno, ficará responsável por ajudar os motoristas. Outras intervenções estão programadas, como a ampliação da via marginal da ACM até o Corpo de Bombeiros.

De acordo com Corrêa, as obras no local continuam pelos próximos 30 dias. A Avenida Tancredo Neves também precisara de novas mudanças, que serão implementadasa gradativamente.

“Com os benefícios na região do Iguatemi, as pessoas chegarão mais rápido e podem sobrecarregar a Tancredo Neves. Dentro de 15 dias vamos fazer mudanças na ligação entre ela (a Tancredo Neves) e a Magalhães Neto”, antecipou Côrrea.

Quem passa pelo local teme o contratempo dos primeiros dias. “A intenção é ótima, mas no começo vai ser complicado. Será preciso ter paciência”, afirmou a arquiteta Cíntia Medeiros, 30 anos, que tem o Iguatemi como rota para chegar ao trabalho.

“É estressante perder tempo no trânsito, espero mesmo que funcione”, completou. Outro que se empolgou com as modificações foi o taxista Verelício Alves Reis, 60, que trabalha em frente ao Shopping da Bahia há mais de 30 anos. “Pior não pode ficar. Espero que os investimentos façam efeito”, disse.

Cerca de 10.700 veículos passam na região só entre 16h30 e 19h30. As obras de intervenção no local custaram cerca de R$ 2,5 milhões à prefeitura de Salvador. Para quem ainda tiver dúvidas sobre as alterações no tráfego, a Transalvador disponibilizou um vídeo explicativo em seu site (transalvador.salvador.ba.gov.br).

Fonte: Correio 24 Horas