Fiscais do trabalho vão apurar denúncias de irregularidades na Refinaria Landulpho Alves

Nesta quarta-feira (21), ocorrerá a primeira visita de fiscalização de auditores fiscais do trabalho na Refinaria Landulpho Alves, em São Francisco do Conde, onde houve a explosão de um dos dutos que deixou três trabalhadores gravemente feridos no domingo (18).

A decisão foi anunciada na tarde de ontem (20), após reunião da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) com representantes do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA).

Coordenador do sindicato Deyvid Bacelar conclamando trabalhadores a pararem atividades na segunda (19) (Foto: site SindiPetro)
Coordenador do sindicato Deyvid Bacelar conclamando trabalhadores a pararem atividades na segunda (19)
(Foto: site SindiPetro)

O coordenador do dindicato, Deyvid Bacelar, denuncia a Refinaria por jornada extensiva de trabalho, pressão demasiada de produtividade e as condições de insegurança, expondo os trabalhadores a agentes químicos e cancerígeno como benzeno, explica.

A SRTE informa que dois auditores vão ser encaminhados ao local para iniciar a análise das causas do acidente. Participaram do encontro a superintendente do SRTE, Isa Simões, e o chefe do setor de Segurança e Saúde do Trabalho, Flavio Nunes.

Fonte: Varela Notícias