Protestos de aeroviários cancelam voos em todo o País

O Aeroporto Santos Dumont registrou quatro voos cancelados e quatro atrasados, dos 14 previstos até as 7h desta quinta-feira (22). O Rio galeão – Aeroporto Internacional Tom Jobim teve dois voos atrasados, dos 14 previstos até o horário. As informações são da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Aeroviários e aeronautas fizeram uma paralisação de uma hora, das 6h às 7h, em todos os aeroportos do Brasil. As categorias reivindicam reajuste de 8,5% nos salários, além de questões como melhores escalas.

Aeronautas e aeroviários reunidos em frente ao embarque doméstico do Aeroporto JK (Foto: G1/Reprodução)
Aeronautas e aeroviários reunidos em frente ao embarque doméstico do Aeroporto JK (Foto: G1/Reprodução)

Minas Gerais
Sete voos do aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, atrasaram na manhã desta quinta-feira (22), dia que foi programada a greve em todos os aeroportos do Brasil.

De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), não há registros de cancelamentos. Os atrasos aconteceram para voos com destinos a Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Por volta das 07h20, os problemas foram solucionados.

Já no aeroporto da Pampulha, os serviços funcionaram normalmente.

Reivindicações
Os trabalhadores pedem aumento de 8,5% nos salários e benefícios, além de melhores condições de trabalho e do estabelecimento de um piso salarial para os agentes que fazem ocheck-in, entre outros pontos. A proposta do Snear e da Abear oferece reajuste de 6,5% para os salários e aumento de 8% para alguns benefícios.

Fonte: Tribuna da Bahia