Concorrência com calçados asiáticos faz Azaleia demitir 670 funcionários

A empresa calçadista Vulcabras/Azaleia demitiu cerca de 670 funcionários da sede  que fica em Itapetinga, no Centro-Sul do estado, na última sexta-feira, reduzindo o quadro de colaboradores de 5.100 para 4.430 empregados.  “A empresa nunca teve a intenção de nos avisar, fomos todos pegos de surpresa”, disse James Alves, diretor do Sindicato de Verdade, que representa os trabalhadores da região.

Segundo Alves, depois de negociações, a empresa concordou em pagar as verbas rescisórias, além de conceder um ano de cestas básicas e um salário de bonificação aos trabalhadores demitidos. “As rescisões começam a ser pagas a partir do dia 12, quando também será pago o salário de bonificação. Já as cestas básicas começam a ser entregues a partir de março”.

-Publicidade-
-Publicidade-
Foto: Blog Políticos do Sul da Bahia
Foto: Blog Políticos do Sul da Bahia

Em nota, a Vulcabras/Azaleia informou que o corte no quadro de funcionários se deu “em virtude da concorrência com calçados importados asiáticos e ajustes de mercado”. Ainda de acordo com a nota, a empresa se comprometeu a respeitar os direitos legais dos colaboradores.

Segundo o representante do sindicato dos funcionários, a empresa não sinalizou novas demissões. A última demissão em massa na empresa aconteceu entre 2012 e 2013, quando três mil profissionais foram mandados embora.

Fonte: Correio 24 Horas