“Não entendi o que ele quis dizer com rompimento”, questiona Luiza Maia

A deputada estadual Luiza Maia recebeu com estranheza a declaração do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, na qual ele ameaçou romper com o PT, caso o partido ajuizasse causa contra a reeleição ocorrida na última segunda-feira. “Não entendi o que o nobre colega quis dizer com ‘romper com o partido’. Nunca se ouviu falar, em toda a história, de um presidente de Assembleia que rompesse com uma bancada. Dentro do Poder Legislativo, somos todos iguais, fomos todos eleitos para representar os interesses da população baiana”, declarou Luiza Maia, em discurso na sessão ordinária desta quarta-feira (04).

A deputada disse ainda que discordâncias fazem parte do processo democrático. “O sistema político unilateral é a ditadura. Nós vivemos numa democracia e a bancada do PT tem todo direito de discordar do processo eleitoral, haja vista o texto da Constituição, que permite recondução ao cargo apenas uma vez na eleição imediatamente subsequente. Faço um apelo para que o deputado Marcelo Nilo encare a situação com a tranquilidade de quem vive em um estado democrático de direito; essa postura de ameaças é equivocada e não ajuda no avanço da nossa luta para consolidar a democracia”, finalizou Luiza Maia.

Fonte: Ascom / Luiza Maia