Mãe de aluno denuncia estado precário do Colégio Normal de Camaçari

Alunos do Colégio Normal de Camaçari se depararam com uma cena um pouco inusitada ao chegar à unidade escolar, nesta manhã de segunda-feira (9). Teoricamente, o que seria o primeiro dia de aula não ocorreu por causa da falta de infraestrutura adequada para recebê-los. Na semana passada, não houve aula por causa do impasse do indicativo de greve dos professores.

A mãe de um dos alunos da unidade escolar, dona Iracema Santos, divulgou em uma rede social, fotos do estado precário em que se encontra o local (veja fotos abaixo). Muitas carteiras e mesas quebradas. Boa parte do telhado já não existe mais. Muita afiação exposta, mato e lixo espalhado por todo lado. Ainda segundo ela, até as 9h, nenhuma aula havia começado.

Dona Iracema disse ainda que a diretora do colégio, quando questionada sobre o estado das salas de aula, informou que já havia encaminhado vários ofícios à prefeitura, mas até então não havia sido atendida.

A nossa redação entrou em contato com o secretário de educação de Camaçari, Luiz Valter Lima, que informou que os colégios municipais estão passando por um processo de revisão, atualização e pintura. Segundo ele, até o final de março, as obras serão finalizadas. Quanto à falta de carteiras, já que as expostas nas fotos estão destruídas, o gestor da pasta disse que existem duzentas reservas para os alunos. “Vou mandar uma equipe à unidade escolar para fazer uma vistoria e verificar a denúncia”, finalizou o secretário.

O Colégio Normal oferece aulas do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Fernanda Melo / Redação Nossa Metrópole

As fotos foram tiradas pela mãe do aluno, na manhã desta segunda-feira (9):

02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 13 14