PF vai fiscalizar operação de drones durante o Carnaval

Usuários de veículos aéreos não-tripulados (Vants), os conhecidos drones, foram recebidos pelo Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar na manhã desta quarta-feira, 11, no Quartel dos Aflitos, em Salvador. Durante a reunião o grupo foi avisado que no Carnaval o equipamento vai ser fiscalizado pela Polícia Federal.

Grupamento aéreo da PM recebeu operadores de drone para orientações de segurança no Carnaval
Grupamento aéreo da PM recebeu operadores de drone para orientações de segurança no Carnaval

Caberá também à PF aplicar sanções aos que não cumprirem as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), principalmente quando utilizados em locais de grande aglomeração de pessoas e circulação de outras aeronaves, como nesses dias de festa.

De acordo com o subcomandante do Graer, major Renato Lima, o aumento significativo do número de drones em eventos públicos da cidade, a exemplo da Lavagem do Bonfim, no último dia 2, criou a necessidade de alertar sobre a obediência aos requisitos de voo e pilotagem exigidos.

O objetivo das orientações transmitidas durante o encontro no Graer é garantir a segurança e evitar acidentes tanto para os foliões, que curtem a festa na avenida, quanto para pilotos de aeronaves tripuladas.

Para evitar os riscos a quem utiliza e às pessoas que estarão sob as aeronaves, foram editadas a Circular de Informações Aeronáuticas, a AIC-N 21/10, e a Instrução Suplementar 21-002, que regulamentam a operação das aeronaves. A fiscalização e aplicação de sanções a quem desobedecer às normas são de responsabilidade da Polícia Federal.

“Esses instrumentos precisam atender às normas administrativas, junto à Anac, a exemplo da documentação, e também operacionais, junto ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea). Temos visto que muitas das regras não são seguidas e muitas são até desconhecidas”, explicou o subcomandante.

Fonte: A Tarde