Bebidas apreendidas durante Carnaval podem ser recuperadas em até 60 dias

Um milhão de cervejas apreendidas pela Sucom durante os seis dias de Carnaval podem ser recuperadas pelos ambulantes em até 60 dias. Além das cervejas, outras bebidas e materiais que foram apreendidos pela prefeitura poderão ser retirados após o pagamento das multas especificadas pelo órgão. Para fazer a retirada do material apreendido, os proprietários devem se dirigir ao Setor de Guarda de Bens Apreendidos da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), localizado na Avenida San Martin, com o lacre referente à mercadoria apreendida.

Caso não sejam retiradas dentro do prazo estipulado, as bebidas alcoólicas serão descartadas. Os líquidos que não possuem álcool na composição, caso ainda não tenham sido refrigerados, serão doados a instituições de caridade. Freezers e geladeiras podem ser doados, leiloados ou incorporados ao município, conforme a Lei 8459/13.

Carnaval de Salvador 2015 - Foto Emmanuel Carneiro/Ag Haack

Operação

Após seis dias de festas, o número de apreensão de cervejas não autorizadas comercializadas no Carnaval de Salvador já ultrapassavam um milhão. A quantidade recolhida pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) é mais do que o dobro recolhido na festa do ano passado.

Durante operação realizada na última sexta-feira(13), os agentes da Sucom apreenderam cerca de 450 mil latas de cerveja, em um depósito no Politeama. Foram necessários dez caminhões para transportar a mercadoria para o depósito da Prefeitura. Todo o material recolhido só poderá ser retirado após o Carnaval, mediante pagamento de multa.

A Operação Carnaval 2015 foi iniciada quarta-feira (11), e segue até esta terça-feira(17), último dia da festa em Salvador. Além do trabalho de proteção as marcas patrocinadoras da festa, a secretaria também realiza vistorias de camarotes, trios elétricos, estabelecimentos, índice sonoro emitido pelos trios e de balcões montados para o evento, dentre outras atividades.

Fonte: Ibahia