Sepultado corpo da mulher morta a pauladas pelo companheiro

O corpo de Valneide Oliveira dos Santos, 31 anos, morta a pauladas pelo companheiro Juraci do Nascimento Santos, 40 anos, foi sepultado na tarde desta segunda-feira (2), no Cemitério Jardim da Eternidade, em Camaçari.

11017079_653671571426296_3754388365597171460_n

O crime ocorreu na madrugada deste domingo (1), no bairro do Parque Verde. De acordo 18ª Delegacia Territorial, em um determinado momento da festa Juraci teve uma crise de ciúmes e chamou Valneide para ir embora. A mulher se recusou, mas acabou sendo forçada pelo companheiro. No caminho para casa, os dois discutiram e Juraci acabou agredindo Valneide com pauladas na cabeça. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu em via pública. A criança, que estava com a mãe, presenciou todo o crime.

DSC_0700-300x181

Após a ação, o homem entregou a criança para o pastor em uma igreja e na delegacia contou que a esposa havia morrido após uma crise de asma. Ele foi até delegacia pedir ajuda dizendo que mulher tinha tido um mal súbito, mas após várias perguntas ele acabou entrando em contradição. Ainda na delegacia, ele contou que durante a noite fez uso de crack e bebidas alcoólicas e não se lembrava o que tinha acontecido.

Juraci foi detido em flagrante pela delegada Maria do Socorro Damazio, da 18ª delegacia de Camaçari. Ele possui registro de agressões e ameaça à mulheres na Delegacia Especial de Atendimento À Mulher (DEAM), na cidade de Alagoinhas. Esta é a sexta passagem de Juraci pela delegacia. São quatro registros de violência doméstica só na cidade de Alagoinhas. O primeiro registro foi feito pela própria mãe há seis anos. Ela sofreu agressões, xingamentos e ameaça de morte junto com os outros filhos que viviam na mesma casa.

Valneide deixa quatro filhos.

Fernanda Melo / Redação Nossa Metrópole