Dunga critica falta de tempo de treinamento para a Seleção

O técnico da seleção brasileira, Dunga, criticou o pouco tempo que terá para treinar a equipe até a Copa América, que será realizada no mês de Junho. De acordo com o treinador, serão apenas três dias antes da viagem para o Chile, local onde a competição será disputada.

“Vamos ter dois amistosos e só um dia para treinar em cada um. Aí quando chega a competição e você pensa que vai ter tempo, serão apenas três dias para trabalhar com os atletas”, disse.

Na entrevista coletiva, Dunga também falou sobre a reestruturação da seleção após o 7 a 1.

h5ZCa_d7bc769daf3727ea549afe90069c3223

“Não é fácil uma seleção brasileira, mesmo tendo chegado entre os quatro melhores, se reestruturar após uma copa do mundo. Era fundamental o brasil ganhar o primeiro jogo, e aos poucos ir melhorando a qualidade do nosso jogo e do nosso trabalho, tanto na parte ofensiva como defensiva. Tivemos resultados bons, mas precisamos ter tranquilidade agora”, analisou.

Para finalizar, o treinador também comentou sobre o futebol chinês. O mercado vem atraindo muitos jogadores brasileiros.

“Lá é muito parecido com o japonês, onde eu tive uma experiência em 98. O futebol chinês voltou a investir novamente em diversas escolas de futebol, levando jogadores e treinadores. Eles não têm a experiência e a malícia que os jogadores sul-americanos têm. Para um jogador, a pior coisa é jogar com atletas que não tem esse entendimento”, continuou.

“Você nunca sabe o que pode acontecer, eles erram as coisas mais fáceis e acertam as mais difíceis. O desgaste mental e físico é muito maior nesses países do que jogando em um lugar onde todos sabem jogar.”

No final de março, o Brasil terá seu primeiro teste de 2015 contra a França, no Stade de France, em Paris.

Fonte: Tribuna da Bahia