Tamar comemora 35 anos e 20 milhões de tartarugas no mar

A última sexta-feira foi de alegria para o Projeto Tamar. Neste dia, o projeto que em 2015 completa 35 anos, comemorou a soltura de 20 milhões de tartarugas no mar do Brasil ao logo da sua trajetória. De noite, o espaço cultural ainda ganhou shows de grandes nomes como Ricardo Chaves, Saulo, Luciano Calazans, Gerônimo, Marcela Martinez, Ana Mametto, Yacoce e o maestro chileno Nacho Mena. Pouco antes do anoitecer, cem tartaruguinhas foram soltas no mar. O ato representou simbolicamente os milhões de tartaruguinhas que tiveram a chance de iniciar a grande jornada da vida com a ajuda do Tamar e de muitas pessoas que também cuidam e se preocupam com os oceanos.

_MG_3641

-Publicidade-
-Publicidade-

A noite começou com a banda Casco Cabeça. Na sequencia o maestro chileno Nacho Mena apresentou suas composições instrumentais. A beleza da voz de Marcela Martinez deu sequencia ao evento, com canções de MPB como “Vapor barato” e “Fullgás”. Acostumada com o palco da casa, Ana Mametto deu um show não só pela sua qualidade musical, como por sua simpatia cantando sambas. “É o bicho, é o bicho, vou te devorar Tartaruga eu sou”, mudando os versos de uma das suas canções mais famosas, Ricardo chaves também fez a sua participação. Na noite ele ainda cantou ainda “Taba”, “Frenesi”, “Namoro” e “EVA”.

Geronimo mostrou o porquê de as terças do centro histórico de Salvador ser sempre um sucesso. Com seu tom de voz forte, cantou suas canções ritmadas como “Jubiabá”, “Eu sou negão”, “Quirica na Buçaña”, “É D’oxum” e “Lambada delícia” até convidar todos ao palco para cantar a música em homenagem ao Tamar. Deste encontro permaneceu no local Saulo e Luciano Calazans que fizeram uma bela apresentação com o coro do público em composições como “Lábios Vermelhos”, “Eu apenas queria que você soubesse”, “Elogia”, “Estrangeiro”, “Canto povo de um lugar” e “Tropicália”. O evento foi patrocinado pela Petrobras.

O Projeto Tamar – Criado há 35 anos, o Projeto Tamar é uma cooperação entre o Centro Tamar/Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação Pró-Tamar. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Reconhecido internacionalmente como uma das mais bem sucedidas experiências de conservação marinha do mundo, seu trabalho socioambiental, desenvolvido com as comunidades costeiras, serve de modelo para outros países.

#patrocinioPetrobras O Projeto Tamar tem o patrocínio oficial da Petrobras, através do programa Petrobras Socioambiental, e nos nove estados brasileiros onde atua, recebe diversos apoios locais.

Visite: www.tamar.org.br

Fonte: Ascom / Tamar