Vereadores querem serviço móvel de atendimento odontológico e hospital municipal

A proposta de implantação do Serviço Odontológico Itinerante no município de Camaçari recebeu apoio de todos os parlamentares na sessão ordinária desta quinta-feira (05/03), na Câmara Municipal. Apresentada pelo vereador Junior Borges (DEM), a indicação sugere que o serviço ofereça consultas ambulatoriais, diagnóstico e tratamento na área odontológica em diversos bairros, distritos e localidade de mais difícil acesso.

sessão05
Vereador Júnior Borges. Foto: Divulgação

Segundo o proponente, o objetivo é suprir uma demanda da população. “Grande parte da população de Camaçari ainda não tem condições de custear um tratamento odontológico e o município não consegue atender satisfatoriamente a todos que necessitam do serviço, especialmente os cidadãos que moram em locais distantes da sede”, afirmou Junior Borges. O parlamentar também reapresentou a proposição que solicita ao Poder Executivo a construção do Hospital Municipal de Camaçari.

Aprovadas por unanimidade, as proposições receberam apoio de diversos vereadores que usaram a tribuna para fazer suas considerações. O vereador Oziel (PT) sugeriu a marcação de uma audiência da Câmara Municipal com o secretário municipal de Saúde para apresentar as propostas. O vereador Jorge Curvelo (DEM) foi mais além e propôs que as indicações fossem entregues por todos os vereadores diretamente ao prefeito.

Para o vereador Elias Natan (PV), um dos pilares básicos do Sistema Único de Saúde (SUS) é a universalização do atendimento. “Essa garantia ampla da oferta do serviço de saúde inclui também o atendimento odontológico. O nosso município precisa melhorar nesta área e por isso defendemos também a construção de um hospital municipal em Camaçari”, complementou.

Vereador Elias Natan. Foto: Divulgação
Vereador Elias Natan. Foto: Divulgação

Defenderam ainda as indicações os vereadores Elinaldo (DEM), Falcão (DEM), Professora Patrícia (PT), Teo Ribeiro (PT), Pastor Neilton (PSB), Sessé Abreu (PRTB), Zé do Pão (PTB), Jackson (SD), João da Galinha (PRTB).

Fonte: Ascom / Câmara