Pacientes do HGE sofrem a espera de atendimento após atraso em obras do Governo

Em janeiro deste ano, o governador Rui Costa prometeu inaugurar o Hospital Geral 2, novo prédio do Hospital Geral do Estado (HGE), dentro de poucos dias. Mais de dois meses depois, a ampliação ainda não foi concluída e o governo do estado, mais uma vez, não cumpre o prazo de entrega de uma obra.

Com a falta de estrutura para atender a população, os pacientes que necessitam dos serviços do hospital sofrem com a demora no atendimento, ausência de aparelhos para realizar exames específicos e quantidade insuficiente de médicos.

A dona de casa Ana Paula Bispo, 25 anos, está acompanhando o noivo que sofreu um acidente de moto e está há dois dias esperando uma ambulância para ser transferido.“Ele precisa fazer um exame para identificar onde quebrou a perna, mas não tem o aparelho de tomografia. Ele está aqui largado no corredor, esperando essa transferência”, disse a moradora de Conde ao Varela Notícias.

A estrutura precária do HGE também está prejudicando a mãe de Isadora Santana, que espera desde a sexta-feira (6) uma vaga no centro cirúrgico. “Minha mãe caiu e quebrou o pulso semana passada e até hoje (segunda-feira, 9) estamos esperando para ela fazer a cirurgia. Não deram precisão de quando será feita, mas falaram que talvez seja preciso transferir ela. Não queremos isso porque moramos aqui na Vasco da Gama, se mandar ela pra longe teremos ainda mais dificuldades de locomoção”, afirmou.

Já o cozinheiro Renê Oliveira, 42 anos, aguarda um médico para atender o amigo que caiu de uma varanda. “Meu amigo está jogado no corredor junto com mais um monte de pacientes. Todos esperando um médico para ser atendido. Tem muita gente esperando e só uma pessoa atendendo todo mundo. Isso é uma vergonha, tanta gente sofrendo”, reclamou.

Novo prazo

Previsto para ser entregue no segundo semestre de 2014, ainda no mandato do ex-governador Jaques Wagner, a ampliação do HGE tem um novo prazo de entrega: o segundo semestre de 2015. Um funcionário do local declarou que as obras estão quase todas concluídas.

“De estrutura física, já está quase tudo pronto. A instalação de equipamentos que ainda falta muita coisa. Tem gente trabalhando todo dia finalizando o prédio, tirando entulho. Mas os equipamentos pararam, instalaram alguns e depois mais nada”, revelou.

A equipe do Varela Notícias tentou entrar em contato com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), mas não foi atendida até a publicação desta reportagem.

Fonte: Varela Notícias