Câmara aprova projeto de lei que prevê estímulo à qualificação dos professores

Na sessão ordinária desta terça-feira (17/03), a Câmara Municipal de Camaçari aprovou por unanimidade, em dois turnos, o Projeto de Lei No 850/2015, que estabelece as condições e critérios para Gratificação de Estímulo à Qualificação e Aperfeiçoamento Profissional dos Servidores do Magistério de Camaçari.

O projeto faz parte da pauta de reivindicações dos professores municipais que se encontram em greve. O texto prevê gratificações de 3% e 6%, a depender da duração dos cursos concluídos pelos educadores. O projeto segue agora para a sanção do Poder Executivo.

-Publicidade-
-Publicidade-

Segundo o presidente da Casa, vereador Marcelino (PT), a proposição chegou à Câmara, em regime de urgência, após uma reunião entre vereadores e o prefeito Ademar Delgado, realizada no último dia 10. O encontro teve como objetivo apontar caminhos para acabar com a greve da categoria.

“Acredito que fizemos nossa tarefa como legisladores e que se encerra uma etapa da discussão sobre as reivindicações dos professores municipais. Agora é dar continuidade à luta pelos itens que ainda não foram atendidos através do diálogo entre a categoria e o Executivo”, afirmou Marcelino.

Falando em nome da bancada da oposição, o vereador Elinaldo (DEM) destacou que ainda existem demandas a serem atendidas. “Pedimos ao Poder Executivo que tenha sensibilidade e que seja célere em apresentar soluções para os itens ainda pendentes. A greve é uma ferramenta válida, mas que prejudica imensamente crianças e jovens da nossa cidade”, acrescentou.

A partir de um acordo prévio, os vereadores encerraram a sessão e seguiram em visita ao Hospital Geral de Camaçari (HGC). A ideia é que após a atividade, os parlamentares elaborem um relatório que deverá ser entregue ao secretário estadual de Saúde, Fabio Vilas-Boas, solicitando uma visita à unidade.

Fonte: Ascom / Câmara