Vítima de sequestro é resgatada em Simões Filho

Ao receber solicitação de ajuda, de policiais da capital Salvador, que relatavam o roubo de uma caminhão que transportava uma carga de laticínios, o Coordenador de Operações da Guarda Municipal de Simões Filho – Erivaldo Santos – iniciou rondas em vários pontos da cidade, em especial a região do Centro Industrial de Aratu (CIA).

resgate-680x383

-Publicidade-
-Publicidade-

Após algumas horas, a viatura na qual estavam os Guardas, Claudivan Ribeiro e Joel Florêncio, localizou às margens da BR 324, um homem, que em desespero, pedia ajuda a quem passava pelo local. Identificado apenas como Sr. Antônio, era ele, o motorista do caminhão roubado e que tinha sido levado e mantido refém pelos marginais.

GM-Recuperação-de-Caminhão-roubado-e-resgate-de-vítima-2-550x413

Mesmo abalada, a vítima conseguiu conduzir os guardas até o local do cativeiro. Ele relatou que o sequestro aconteceu, nas proximidades do posto Fonfom, na BR-324, por volta das 5h da manhã.

A carga [leite] do caminhão, que estava sendo transportada de Sergipe para Salvador, foi saqueada e o caminhão abandonado próximo ao local onde o motorista foi resgatado. Acarreta recuperada foi conduzida sob custódia à sede da GM onde encontrava-se até o momento da publicação dessa reportagem. O motorista foi conduzido até a 22ª DT onde registrou queixa.

GM-Recuperação-de-Caminhão-roubado-e-resgate-de-vítima-4-550x413

O motorista relatou que desde o início da emboscada, os bandidos diziam, o tempo todo, que só queriam a carga, mas em vários momentos sentiu que sua vida estava “por um fio” e que deu graças a Deus quando se viu livre do cativeiro até ser encontrado pelos guardas municipais.

Os bandidos conseguiram fugir e até o momento, não há nenhuma pista dos mesmos.

Em tempo
A muito tempo, as autoridades e a população de Simões Filho sabem que a região industrial do CIA tornou-se o local preferido para desovas de corpos assassinados, e desmanche de veículos roubados em outros municípios da Região Metropolitana de Salvador e até mesmo de outros estados.

Sabe-se também que a Polícia Militar, a RONDESP, Polícia Civil e outras Corporações Militares, têm praticado uma série de ações no sentido de diminuir o número de crimes cometidos naquela área.

Mas é preciso reconhecer que mesmo com essas ações, a ousadia dos marginais é cada vez mais desafiadora ao Estado, representado pelos bravos policiais que todos os dias põem suas vidas em risco a serviço da proteção da população.

Nesse contexto, a Guarda Municipal de Simões Filho, tem sido de grande ajuda e importância. Mesmo com um efetivo que não corresponde às necessidades da cidade, os profissionais da GM merecem o devido respeito e reconhecimento, pelas diversas ações de combate aos diversos tipos de crimes praticados todos os dias nas ruas dos diversos bairros do município.

Roubo de cargas e sequestro de motoristas, dentro e fora da cidade, passaram a ser recorrentes, Há muitos casos em que as vítimas, sequer registram ocorrências, tendo como argumento o medo de represarias de possíveis comparsas dos marginais que eventualmente são presos.

Talvez seja esse, o momento para que o legislativo proponha ao executivo, uma grande ação de informações à população sobre os trabalhos das polícias Militar, Civil e também da GM, afim de que, todos possam se prevenir contra “as garras” dos criminosos que atuam com sensação de total liberdade, em Simões Filho.

Fonte: Página Simões Filho