Identificação da doença misteriosa é discutida em reunião

Representantes da Sesau (Secretaria da Saúde) e da Sesab (Secretaria Estadual da Saúde) se reuniram, na tarde de ontem (25/03), para tratar a linha de ação para a identificar a doença que tem acometido algumas pessoas na sede de Camaçari.

Sasau_reunião_Vigilancia_epidemiologica_foto_Adenilson_Nu nes_250315_(15)

A Sesab se comprometeu em encaminhar o sangue suspeito das pessoas doentes para análise de outras viroses (parvovírus e roséola) em laboratórios fora do Estado. Já foram realizados testes de dengue, febre chikungunya, rubéola e sarampo, doenças descartadas.

A Embasa apresentou relatório que mostra que não houve alteração na qualidade da água na cidade. Representantes da Coordenadoria do Meio Ambiente da Sedur (Secretaria do Desenvolvimento Urbano) também apresentaram dados que demonstram que não foi detectado nada fora do normal no ar do Município nos últimos dois meses. Até sexta-feira (27/03), uma nova reunião será realizada entre a Sesau e a Sesab para avaliação dos dados coletados.

A reunião contou com representantes do Departamento da Vigilância à Saúde, do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), das vigilâncias Epidemiológica e Sanitária e do Departamento de Média e Alta Complexidade.

Da Sesab participaram representantes das Vigilâncias Epidemiológica e Ambiental, do Grupo de Trabalho de Doenças Exantemáticas e do Núcleo Regional de Saúde.

Fonte: Ascom / PMC