Adolescente morta em Camaçari namorava com agente penitenciário, aponta polícia

A polícia segue com as investigações para esclarece a morte da jovem Jaciara Catarino do Vale, 16 anos, na noite da última quinta-feira (30), no município de Camaçari, região metropolitana de Salvador. De acordo com informações do subtenente Antônio Ribeiro, do 12º Batalhão de Guardas da PM de Camaçari, “A princípio, foi dito que seria um policial, mas o nosso Serviço de Inteligência constatou que Jaciara se relacionava com um agente penitenciário, que também andava armado e provavelmente levou os bandidos a pensar que ela seria uma informante”.

Polícia investiga morte de jovem 16 anos Foto: Reprodução / Facebook
Polícia investiga morte de jovem 16 anos
Foto: Reprodução / Facebook

Conforme relato do padrasto de Jaciara, Renato Farias, 37, o crime aconteceu na Praça Cristo Rei, aproximadamente 10 metros da residência da vítima. Logo após o crime o namorado de Jaciara, conhecido como Lopes, esteve na UPA e afirmou que teria sido um assalto, porém, a delegada que investiga o caso informou que há provas de comprovem essa versão. A polícia vai continuar as investigações e não descarta de homicídio e latrocínio.

-Publicidade-
-Publicidade-

Relembre o caso

Uma adolescente de 16 anos foi morta a tiros, na noite de quinta-feira (30), no município de Camaçari, RMS. De acordo com a Centel (Central de Polícia), a garota foi baleada em via pública.

Populares afirmam que três pessoas chegaram em um veículo, desceram do carro e atiraram contra a adolescente. A mãe da vítima estava indo para o supermercado e ouviu os tiros, depois soube que a filha tinha sido baleada.

A adolescente foi socorrida e encaminhada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Camaçari, mas já chegou sem sinais vitais. A autoria e motivação do homicídio ainda são desconhecidas. A polícia do município investiga o caso.

Fonte: Varela Notícias