Cresce pressão para bebê real se chamar ‘Diana’

Há dois dias, os jornais ingleses vêm debatendo de forma intensa sobre qual deveria ser o nome da princesa real, filha de Kate Middleton e do príncipe William. Nesta segunda-feira (04), o debate ganhou um destaque ainda maior: o jornal “Daily Telegraph”, o mais importante e conservador jornal da Inglaterra, afirmou que o nome – ou ao menos o segundo nome – da menina deve ser “Diana”.

reinounidobeberealgettyimage21-940x400

-Publicidade-
-Publicidade-

“A nação espera: porque a princesa deve se chamar Diana”, é o nome da matéria escrita por Allison Pearson na primeira página da publicação.

A escolha abre ainda mais a possibilidade da neném ser considerada a “nova princesa do povo”. Para o jornal, a mãe de William não pode ser ignorada e talvez estivesse “presente de espírito” após o parto. A publicação ressalta que o anel de safiras e diamantes que Kate utilizava ao sair do hospital pertencia à Diana e foi um dos presentes dados pelo príncipe a sua esposa.

Apesar da pressão do “Telegraph”, as casas de aposta britânicas têm como favoritos os nomes Alice, Charlotte e Olivia. O anúncio do nome deve ocorrer, assim como foi com o primogênito George, após a menina conhecer sua bisavó, a rainha Elizabeth II. Não há protocolo que obrigue a “benção” da soberana na escolha, mas William – que foi criado por muito tempo pela avó – vê o ato como um forma de respeitar a hierarquia da rainha.

Os jornalistas já estão acampados em frente à residência de Sandringham, onde deve ocorrer o encontro familiar entre esta segunda e a terça-feira (05). Mesmo sem ter um nome definido, a nova princesa inglesa receberá duas salvas de canhões – disparados de Hyde Park e da Tower Bridge – para celebrar seu nascimento.