Rodoviários param nesta terça-feira em Camaçari

O Sindicato dos Rodoviários da Bahia confirma paralisação de 24 horas nesta terça-feira (05) em 15 cidades baianas, incluindo Camaçari. A decisão foi tomada em assembleia das entidades sindicais Sindrod/BA, Sindmetro, Sindinter e Sindfretur, realizada no último dia 23 de abril.

Segundo o sindicato, a categoria se diz insatisfeita com o endurecimento das tratativas junto ao Governo do Estado da Bahia relativas à falta de segurança, de fiscalização dos transportes clandestino operados por cooperativas e associações sem concessões, à extinção de mais de 3 mil postos de trabalhos na licitação da integração do metrô de Salvador sem apresentar uma proposta que garanta a recomposição de todo o sistema de transporte da Região Metropolitana de Salvador e de todo o estado.

-Publicidade-
-Publicidade-

SAM_8759PH

Em Camaçari, está prevista a paralisação dos rodoviários da Viação Cidade Industrial. A Cooastac e Cooperunião, por se tratarem de Cooperativas, não aderem a greve. Além das linhas urbanas, os roteiros de fretamento também serão paralisado, segundo o sindicato, que acrescenta também que os ônibus dos setores de Transporte Intermunicipal e Metropolitano também aderem o evento. Com isso, aproximadamente 10 linhas serão afetadas no Transporte Urbano em Camaçari.

SAM_8153PH

O Transporte Metropolitano na cidade, como foi citado anteriormente, também será paralisado por 24 horas, atingindo as linhas para Salvador, Dias D’ávilla, Simões Filho entre outras. Para São Sebastião do Passé, o movimento será normal, pois a Luar Transportes também é uma Cooperativa. Para as Linhas Intermunicipais como Camaçari x Feira de Santana, Camaçari x Alagoinhas, Camaçari x Paulo Afonso, não há conformação de paralisação, mas também está prevista. Para o Transporte Universitário, também nada foi confirmado.

Entre as reivindicações dos rodoviários estão: reajuste salarial de 20%, tíquete-alimentação de R$ 20, plano médico e odontológicos pagos integralmente pelos empresários, cesta-básica no valor de R$ 300, participação nos lucros e resultados, adicional de insalubridade, fim da dupla função para os motoristas de micro-ônibus e passe livre para rodoviários ativos e aposentados.

Fonte e fotos: camacaribus.blogspot