Prefeito ACM Neto pede que famílias deixem áreas de risco

O prefeito ACM Neto convocou, na noite deste domingo, 10, uma reunião de emergência com secretários da gestão municipal para avaliar os danos provocados pelas chuvas que atingiram a capital baiana.

Por meio da assessoria de comunicação, Neto reforçou o apelo para que famílias que ainda residem em áreas de risco deixem suas residências com urgência.

-Publicidade-
-Publicidade-

“Todo o suporte necessário está assegurado para essas famílias, desde a concessão do aluguel social, aporte financeiro de R$ 300,00 mensais, que pode chegar a um ano, até o auxílio-emergência, que pode ser de até três salários mínimos para quem tiver perdas materiais devido às chuvas”, informou o texto do órgão.

Estado
Também por meio de nota, o governador Rui Costa colocou a estrutura do Estado – Defesa Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Grupamento Aéreo – à disposição da prefeitura.

“Salvador não pode mais continuar sendo palco de tantas tragédias”, diz o texto, em nome do governador.

Baixa do Fiscal
Após oito horas debaixo de escombros e barro neste domingo, 10, em decorrência de um deslizamento de terra na rua Coronel Pedro Ferrão, Baixa do Fiscal, Lucas Santana, 14 anos, foi resgatado com sinais vitais, estabilizado e levado para o Hospital do Subúrbio, em Periperi.
A mãe do garoto, a lavadeira Sandra Santana, 37, Sival Silva Santana (irmão de Sandra), 28, e o aposentado Delcik Barreto Venas, 64, morreram no local, em mais uma tragédia causada pelas fortes chuvas. Há duas semanas, 15 pessoas morreram em deslizamentos no Barro Branco e no Marotinho.

Fonte: A Tarde