Professores de Lauro de Freitas decretam greve por tempo indeterminado

Os professores da rede municipal de Lauro de Freitas decretaram greve por tempo indeterminado durante uma assembleia realizada na manhã de segunda-feira (18).

assembleia_18

-Publicidade-
-Publicidade-

De acordo com Valdir Silva, Coordenador Geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas (Asprolf), o principal motivo da paralisação é a falta de professor e auxiliar de classe nas escolas. “Desde 4 de fevereiro, as escolas de Lauro de Freitas não têm aula normal por causa disso. O aluno tem aula de uma disciplina e, em, seguida, não tem da outra. Por isso, ele acaba voltando para casa mais cedo”, afirma.

Outra reivindicação do sindicato é a volta da discussão de processos administrativos de promoções, licenças prêmio e licenças mestrado.

Uma nova assembleia da categoria está agendada para às 9h da próxima quinta-feira (21), na Escola Municipal Dois de Julho, no bairro de Itinga.

Fernanda Melo / Redação Nossa Metrópole