Campanha de doação de sangue “Chicleteiro Tem Sangue Bom” acontece neste sábado, em Camaçari

A Campanha “Chicleteiro Tem Sangue Bom” acontece neste sábado (13) em Camaçari e em mais 13 municípios do Brasil. A coleta será realizada no banco de coletas do Hemoba, localizado no Hospital Geral de Camaçari (HGC), das 8 às 12h e das 13 às 15h30.

A campanha de doação de sangue, organizada pelas torcidas e fãs-clubes do Chiclete com Banana, foi iniciada em 2007, no Hemoba. O mês de junho foi escolhido para abrigar esta ação, pois nesta época do ano, devido à proximidade das grandes festas de São João pelo Nordeste, os hemocentros ficam com o estoque de sangue reduzido.

-Publicidade-
-Publicidade-

Vendo o sucesso alcançado em Salvador, em 2009, a campanha foi abraçada pelas torcidas e fãs-clubes do Rio de Janeiro. A dimensão foi tão grande que a ação foi estendida pelos quatro cantos do Brasil e, desde 2011, a campanha vem alcançando repercussão nacional.

A campanha pede que amigos e fãs do grupo doem sangue em diversas cidades pelo país. Em Salvador, o local escolhido será o Hemoba, na Avenida Vasco da Gama.

O objetivo é aumentar o estoque de hemocentros e hospitais de todo o país para suprir a demanda decorrente dos festejos juninos.

Confira as cidades que participam da Campanha:
Salvador/BA
Camaçari/BA
Aracaju/SE
Fortaleza/CE
São Gonçalo/RJ
Teresina/PI
Bayeux/PB
Caruaru/PE
Campina Grande/PB
Recife/PE
Vila Velha/ES
Ceilândia/DF
São Luís/MA
Belém/PA

Além da ação organizada pela banda, a Igreja Adventista do Sétimo Dia e o Banco Santander também estarão com grupos para realizar as doações.

Requisitos básicos para doar:
• » Estar em boas condições de saúde.
• » Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).
• » Pesar no mínimo 50kg.
• » Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
• » Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
• » Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Impedimentos temporários:
• » Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.
• » Gravidez
• » 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
• » Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
• » Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
• » Tatuagem nos últimos 12 meses.
• » Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.
• » Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses.

Impedimentos definitivos:
• » Hepatite após os 11 anos de idade. *
• » Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
• » Uso de drogas ilícitas injetáveis.
• » Malária.

Fernanda Melo / Redação Nossa Metrópole