Inscrições para o Bolsa Universitária começam na próxima terça-feira (16)

Na próxima terça-feira (16/06), a Prefeitura abre inscrição para o Bolsa Universitária, projeto municipal que vai disponibilizar 200 vagas para estudantes da primeira graduação superior ou de curso técnico. Do total de vagas, 70% serão reservadas para os alunos de nível universitário ou tecnológico e 30% para os cursos técnico nível médio.

O Bolsa Universitária oferece benefício de R$ 200,00 a R$ 500,00, para auxiliar os estudantes no pagamento das despesas relativas ao curso. Para concorrer, é preciso realizar as inscrições pela internet, através de um banner do projeto, que será disponibilizado no site da Prefeitura.

-Publicidade-
-Publicidade-
Inscrição do projeto Bolsa Universitária será realizada pela internet
Inscrição do projeto Bolsa Universitária será realizada pela internet

De acordo com Lei 1.340/14, a Bolsa Universitária corresponde a cerca de 50% do valor da mensalidade, ou seja, se o estudante pagar R$ 800,00 vai receber R$ 400,00. Antes, o valor depositado, independente da mensalidade, era de R$ 200,00.

Serão beneficiados pelo projeto Bolsa Universitária os estudantes que não recebem nenhum outro tipo de auxílio estudantil, a exemplo do Prouni (Programa Universidade para Todos) e Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante). Além disso, o candidato tem que ter renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa e residência fixa no município há, pelo menos, dois anos.

Terão prioridade também os estudantes com deficiência e/ou doenças crônicas, desde que se encontrem dentro dos demais critérios do projeto, devendo, apresentar documentação pessoal, parecer médico e de assistente social favorável.

O processo de seleção no projeto será constituído por inscrição, análise documental, visita domiciliar, estudo socioeconômico e sorteio. O sorteio só ocorre em casos de empate dentre os selecionados, quando esses estiverem acima do número de vagas.

Após a inscrição, o candidato deve apresentar à Coordenação do Bolsa Universitária o RG, CPF, título de eleitor e último comprovante de votação ou certidão de quitação eleitoral, declaração de matrícula do período escolar correspondente, comprovantes de residência, de renda do grupo familiar, e de matrícula em instituição de ensino superior, curso de graduação tecnológica ou curso técnico.

O projeto institui também que o estudante contemplado deve cumprir um regime de oito horas semanais de contrapartida em atividades municipais.

Fonte: Ascom / PMC